Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba avança para a Fase Laranja novamente

Postado em: 29/01/2021

Compartilhe esta notícia:

O Governo Doria anunciou há pouco que a região de Sorocaba avançou novamente para a Fase Laranja. Até então, ela se encontrava na Fase Vermelha, a mais restrita de todas, com permissão para funcionar apenas os serviços essenciais, como os de saúde e supermercados, por exemplo.


O decreto vale a partir da próxima segunda-feira, dia 1º de fevereiro. 


A notícia de reclassificação da região no Plano São Paulo já havia sido antecipada pelo Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sorocaba, nesta sexta-feira (29), por meio da entrevista da deputada estadual Maria Lúcia Amary, colega de partido do governador João Doria. Ambos são do PSDB.


Conforme Doria, o estado passa a ter, a partir de hoje, 82% na Fase Laranja e 18% na Fase Vermelha. O Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, informou  que os dados referentes a internados pela covid-19 na região melhoraram: a ocupação de leitos diminuiu de 76.9% para 72.4% e a oferta de leitos a cada 100 mil habitantes subiu de 11,8 para 12,6.


As medidas vão vigorar até o dia 7 de fevereiro. Até lá, nenhuma região poderá avançar às fases amarela e verde, as mais flexíveis em relação ao atendimento presencial.


Na Fase Laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até 8 horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está totalmente proibido.


A venda de bebidas alcoólicas no comércio varejista só pode ocorrer entre 6h e 20h. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem restrições.


Nessa última quinta, o prefeito de Sorocaba Rodrigo Manga (Republicanos), havia se reunido com o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, para entregar a ele um ofício reforçando que a reanálise de dados fosse feita, também objetivando o avanço do Plano São Paulo na região. 


Manga, junto a prefeitos da região, tem lutado para que a região saísse da Fase Vermelha e avançasse no Plano São Paulo. Para isso, ele e outros chefes do Executivo abriram mais leitos de covid-19. Além disso, o mandatário de Sorocaba também ampliou a oferta de ônibus no município e ainda inaugurou quatro veículos do transporte público, chamados "antivirais", inclusive contra o vírus da covid-19.

Dados da pandemia

Com os dados epidemiológicos semanais divulgados nesta sexta, a média estadual passou de 348,6 para 347,8 novos casos por 100 mil habitantes. A taxa de novas internações foi de 54,1 para 51,9 a cada 100 mil habitantes, e as mortes ficaram praticamente estáveis, em 7,2 por 100 mil habitantes.

A pressão sobre o sistema hospitalar teve ligeiro recuo, mas ainda é preocupante. A média estadual de ocupação de leitos de UTI por pacientes graves de COVID-19 caiu de 71,1% para 69,9%, com 19,5 vagas a cada 100 mil habitantes.

Neste mês, o Governo do Estado endureceu o parâmetro de ocupação de UTI COVID-19 de 80% para 75% para a fase vermelha, além de cancelar a realização de cirurgias eletivas. A Secretaria da Saúde também coordena a abertura de 750 novos leitos de UTI em todas as regiões do estado.

O resumo com as informações sobre a reclassificação do Plano São Paulo e os indicadores epidemiológicos e de capacidade hospitalar de cada região estão disponíveis no link http://bit.ly/3jad0S5


Pelas redes sociais, a Prefeitura de Sorocaba comemorou o avanço à Fase Laranja.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Quadrilha rouba empresa de valores, troca tiros e leva terror às imediações do aeroporto de Campinas

Prefeitura de Sorocaba publica edital de licitação do novo sistema Integrabike

Satisfação com democracia aumenta no Brasil e apoio à liberdade de imprensa cai, diz estudo

Direitos políticos de mulheres: Brasil é o 9º entre 11 países, diz ONU

Deputado federal é atropelado por moto na região de Sorocaba

Viradouro é campeã do Carnaval carioca e leva o segundo título de sua história na Sapucaí