20 de Abril de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Parecer da OAB mostra que garantidoras cobram juros abusivos no Carandá e Altos do Ipanema

Postado em: 14/11/2019

Compartilhe esta notícia:

Um parecer feito pela OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) mostrou que empresas garantidoras praticam cobrança irregular e abusiva de juros de moradores do Jardim Carandá, Altos do Ipanema e Viver Melhor.

O relatório final – realizado em uma parceria entre a Ordem e a Câmara Municipal de Sorocaba, através de seu presidente, vereador Fernando Dini (MDB) – foi apresentado aos moradores dos bairros no início da noite desta quarta-feira (13). “O estudo feito pelos advogados da OAB aponta a cobrança abusiva, ao passo que não existiria previsão convencional, tampouco um amparo legal para tanto”, afirma o parlamentar.

O presidente da Comissão de Direito Condominial da 24ª Subseção da OAB de Sorocaba, Cléber Simão, ressaltou ainda que, mesmo se aprovada em assembleia a cobrança dos referidos “encargos de cobrança”, não foi respeitado o quórum qualificado de 2/3 dos condôminos, exigido para fins de alterações das penalidades previstas nas Convenções Condominiais.

A orientação aos moradores foi para que seja feita uma negociação comercial junto às empresas garantidoras para que extirpem das cobranças extrajudiciais os valores cobrados a título de encargos de cobrança, bem como reduzam o percentual cobrado a título de honorários extrajudiciais de 20% para 10%, contudo após o 31º dia do vencimento.

Dini e Simão também citaram que, em não se alcançando bons termos entre as partes, sugere-se que os condôminos busquem por vias judiciais competentes a solução do litígio. “Seja através de grupos de moradores contratando advogados particulares ou através da Defensoria Pública do Estado de São Paulo.”

Dini ainda ressaltou a parceria entre a OAB e a Câmara Municipal em prol da população. “Mesmo após a apresentação do relatório, continuaremos acompanhando de perto todo o caso, procurando garantir que não hajam mais vantagens injustas e abusivas que vinham sendo cometidas, segundo a Ordem, aos moradores dos três bairros.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro visitará instalações militares dos EUA em Miami

Uma de Nós estreia "Poesia que Espanca" - veja a coluna de José Simões

Procon Sorocaba orienta consumidor para compras na Black Friday

Idosos de 66 anos ou mais recebem 1ª dose da vacina contra a Covid-19 nesta quarta-feira

GCM e Fiscalização vistoriam 150 estabelecimentos e 40 são notificados

Parque Tecnológico dá sequência ao Coworking Universidades pela internet