23 de Fevereiro de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Tribunal Superior Eleitoral diz não encontrar falhas em código-fonte da urna eletrônica

Foto: Agência Brasil.
Postado em: 31/01/2024

Compartilhe esta notícia:

A Sociedade Brasileira de Computação (SBC) finalizou nesta terças-feria (30) a inspeção do código-fonte do sistema das urnas eletrônicas que serão utilizadas nas eleições municipais de outubro. A entidade não encontrou falhas ou fragilidade no sistema dos equipamentos. A inspeção do código-fonte é um procedimento de praxe realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nos meses que antecedem as eleições.

 

De acordo com o representante da entidade, Roberto Samarone, o sistema eletrônico de votação possui recursos avançados de segurança. Desde outubro do ano passado, está aberto o ciclo de transparência do pleito de 2024, ato que permite o início dos procedimentos de fiscalização.

 

Em dezembro do ano passado, representantes do União Brasil também estiveram no TSE para realizar a auditoria. Os procedimentos de fiscalização serão encerrados em setembro deste ano, quando o TSE realizará a lacração dos sistemas que serão inseridos nas urnas eletrônicas.

 

No dia 20 de fevereiro, será a vez de representantes do Senado analisarem o código-fonte. O primeiro turno das eleições municipais será realizado no dia 6 de outubro, quando os eleitores vão às urnas para elegerem prefeitos, vice-prefeitos e vereadores.

 

O segundo turno está previsto para o dia 27 do mesmo mês e deverá ser realizado em municípios com mais 200 mil eleitores para a escolha de prefeitos que não obtiveram votos suficientes para vencer a disputa no primeiro turno.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jaqueline se diz vítima de uma perseguição política e não usou bem público para fins particulares

Projeto permite instalação de eliminadores de ar em hidrômetros

Drácula: radionovela estreia em agosto - confira a coluna de José Simões

Grupo Manto Companhia de Teatro estreia "Novas Estações" - veja a coluna de José Simões

Método da inteligência brasileira para avaliar novos integrantes do governo Bolsonaro se resume a `dar um google´

Com Covid-19, Trump será levado para hospital militar como medida de precaução