Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Suspeito de participar de roubo a residência é preso em flagrante pela PM

Foto: divulgação/PM
Postado em: 11/06/2021

Compartilhe esta notícia:

Um homem de 37 anos suspeito de participar de um roubo a residência foi preso em flagrante pela Polícia Militar, nessa última quinta-feira (10), em Sorocaba. 

O roubo ocorreu em um imóvel no bairro Brigadeiro Tobias, onde foi levado o veículo da vítima, modelo Fiat/Fiorino Trekking, sendo utilizado um veículo Ford/Ka para fuga dos criminosos. 

A equipe de Policiais Militares do Sétimo Batalhão de Polícia Militar do Interior realizou patrulhamento para tentar localizar o carro. Já na Zona Norte da cidade, no bairro Parque São Bento, ambos os veículos foram localizados. Houve perseguição policial e, no final da via, os suspeitos abandonaram os automóveis e fugiram para uma área de mata. 


Dentro do Ford/Ka, foram localizados 1 garrucha, 1 réplica de revólver, ambas utilizadas no roubo pelos criminosos, 2 relógios de pulso, 1 celular, cartão de memória e chaves pertencentes à vítima. 

Durante o aguardo do guincho para condução dos veículos a dona do veículo Ford/Ka abordou a PM e disse que o seu marido estava na condução do veículo.  O indiciado foi abordado pela rua Roque Nunes, ainda no Parque São Bento, com a chave do veículo Ford/Ka no bolso. 

O homem foi conduzido ao Plantão Policial Norte e indiciado por flagrante de roubo à residência. A vítima foi chamada e o reconheceu como sendo um dos indivíduos participantes do roubo. 


Diante dos fatos, o detido permaneceu à disposição da Justiça por roubo e veículo Fiat/Fiorino devolvido à vítima.   

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

STF decide que voto impresso é ‘inconstitucional, viola o sigilo e a liberdade’

Prefeitura já concluiu mais da metade da obra do viaduto sobre a Av. Itavuvu

Preços de corrida sobem em dia de paralisação global de motoristas de Uber

Conselho de Educação rejeita terceirização nas escolas municipais

Sobe para 433 o número de casos de suspeita de Coronavírus no Brasil

Adeus, padre Inácio