Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Casos de covid fazem secretaria da prefeitura de Sorocaba fechar as portas ao público

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 05/06/2021

Compartilhe esta notícia:

Dois casos confirmados de covid-19 em servidores da Secretaria de Cidadania da Prefeitura de Sorocaba fizeram com que houvesse determinação para o prédio fechar as portas para atendimento ao munícipe por 30 dias. 

 

Conforme informações obtidas pelo Ipa Online, a decisão foi tomada pelo chefe da Pasta, Clayton Cesar Marciel Lustosa, no dia 2 de junho.

 

Segundo a instrução normativa Secid n° 6/2021, "considerando o aumento de casos comprovados de covid-19 por servidores do prédio do Gabinete da Secid nos últimos dias, ficam suspensos todos os atendimentos presenciais e reuniões no prédio do gabinete da Secid, localizado na rua Santa Cruz, 116 - Centro, a partir de 3 de junho".



Os servidores do gabinete da Cidadania foram orientados a realizar trabalho remoto. Os serviços de higienização do prédio foram reforçados.  

 

A Secretaria de Recursos Humanos encaminhou um comunicado à Secretaria de Saúde para fazer a testagem dos servidores que mantiveram contato com casos confirmados de covid em ambiente de trabalho. 

 

Conforme a prefeitura, "o atendimento ao público especificamente no prédio do gabinete da Secretaria da Cidadania (Secid) foi interrompido momentaneamente de forma preventiva, após dois funcionários que atuam no local testarem positivo para a Covid-19. O local será reaberto, tão logo possível e recomendado pela Vigilância Epidemiológica".

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Grife masculina Dom Figueira chega ao Shopping Cidade Sorocaba

Lewandowski regulamenta cota de negros nas eleições e permite concentração de verba em poucos candidatos

Motociatas de Bolsonaro já custaram quase R$ 3 milhões aos cofres públicos

Dupla é detida ao tentar furtar botijões de gás de creche na Vila Carvalho

Membros do PCC são presos com material de campanha eleitoral

Sindicato dos Jornalistas e vereadoras repudiam agressão a repórter durante ato pró-Bolsonaro