Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Pesquisa indica que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente

Postado em: 17/08/2018

Compartilhe esta notícia:

A perda de dentes é o segundo fator que mais prejudica a qualidade de vida de pessoas entre 45 e 70 anos, segundo dados de pesquisa que ouviu 600 latino-americanos, entre eles 151 brasileiros.

O estudo Percepções Latino-americanas sobre Perda de Dentes e Autoconfiança, feito pela Edelman Insights, destaca ainda que, para 32% dos entrevistados, a perda de dentes os impede de ter um estilo de vida saudável e ativo.

De acordo com o estudo, no Brasil, 39 milhões de pessoas usam próteses dentárias, sendo que uma em cada cinco delas tem entre 25 e 44 anos. A pesquisa ressalta ainda que 16 milhões de brasileiros vivem sem nenhum dente e 41,5% das pessoas com mais de 60 anos já perderam todos.

Segundo a pesquisa, 52% dos entrevistados disseram que a perda de dentes deixou a aparência do seu rosto pior; 43% afirmaram que a perda de dentes lhes atrapalha namorar ou paquerar; e 21% disseram que a condição lhes impediu de fazer novos amigos. Sobre autoestima e fala, 38% dos entrevistados manifestaram se sentirem mais inseguros para ir a festas e eventos sociais; e 41% relataram mais dificuldade na pronúncia das palavras após a perda de dentes.

“É preciso compreender as dificuldades enfrentadas pelas pessoas que perderam os dentes e ajudá-las a encontrar um bom especialista que as auxilie na escolha de uma prótese adequada, de boa qualidade.

O objetivo é que os pacientes tenham acesso à informação e conheçam os melhores produtos disponíveis no mercado para confecção, fixação e limpeza da prótese”, destacou a odontogeriatra Tânia Lacerda, integrante da Câmara Técnica de Odontogeriatria do Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Caixa paga nesta quinta-feira auxílio emergencial a nascidos em maio; confira o calendário

Votorantim confirma mais 57 casos de coronavírus, entre eles um óbito

GCM encontra mulher com problemas psiquiátricos que havia fugido de unidade de saúde

Em meio ao coronavírus, governo dispensa escola de cumprir 200 dias de aula

Vereador entrega estudo sobre uso de remédios contra a covid durante sabatina de secretário da Saúde

O DEDA QUESTÃO: Entenda os custos da Santa Casa antes de tomar partido