Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Mais de 100 pacientes estão na fila aguardando leitos covid-19 em Sorocaba

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 22/03/2021

Compartilhe esta notícia:

A prefeitura de Sorocaba informou que, nesta manhã de segunda-feira (22), 104 pacientes aguardam leitos covid-19 na cidade. 

Conforme nota, "Não há paciente sem atendimento Covid no município. Todos estão sendo integralmente assistidos. Neste momento, 104 pacientes já atendidos nas unidades de urgência e emergência da cidade aguardam esse encaminhamento, sendo 43 de enfermaria e 61 de UTI."

Conforme o padre Flávio Jorge Miguel Júnior, diretor-presidente da Irmandade da Santa Casa Misericórdia de Sorocaba, todos os hospitais estão constantemente com as vagas de internação covid lotadas. "No entanto, todas essas pessoas [que aguardam leitos] estão sendo assistidas nas UPHs, UPAs, esse é o ponto mais importante. Não existem pessoas caídas ao chão, sem atendimento", enfatizou. 

"Está sendo um trabalho exaustivo de toda cidade para que ninguém fique sem assistência", declarou o gestor. 

 

Explosão de atendimento em casos covid faz Unimed Sorocaba suspender cirurgias eletivas

A Unimed Sorocaba emitiu um comunicado informando que está com o atendimento sobrecarregado por conta da ocupação de leitos de enfermaria e UTI destinados aos pacientes com covid-19. Portanto, decidiu suspender procedimentos e cirurgias eletivos agendados, com previsão de retorno em 3 de abril. 


Na nota, a unidade afirma que: "se a situação continuar a avançar no ritmo atual, isso poderá representar que a nossa capacidade física (quantidade de leitos e equipamentos necessários), humana (limite físico e emocional dos nossos médicos e colaboradores assistenciais) e a reposição de alguns dos principais insumos (medicamentos) necessários ao tratamento dos pacientes Covid-19 estarão muito próximas dos seus limites máximos". 


Covid-19 em Sorocaba

 

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde (SES), registrou aumento do número de recuperados da Covid-19 neste domingo (21), chegando ao total de 37.667. Já, os casos confirmados com a doença passaram de 39.522 para 39.653 na cidade. Os óbitos com a confirmação da doença se mantiveram em 905 e a taxa de letalidade no município é de 2,2%, abaixo da taxa estadual, que é de 2,9% e da nacional, que se encontra em 2,4%.

 

Sorocaba recebeu a notificação de mais 131 casos confirmados da Covid-19, 171 recuperados e nenhum óbito neste domingo (21). Do total de confirmados, 223 estão internados (115 em UTI) e o total de pessoas em recuperação (isolamento domiciliar) é 858.

 

A cidade apresentou aumento do número de pessoas com suspeita de contaminação pelo Coronavírus e que aguardam resultados, de 1.197 para 1.583. Entre os suspeitos, 159 estão internados em hospitais da cidade, sendo 66 em UTI. Há sete óbitos em investigação. O número de descartados por resultados negativos da doença aumentou para 92.287.

 

Taxa de ocupação dos leitos Covid

 

No censo diário de leitos da Covid-19 deste domingo (21), no Hospital Estadual Adib Jatene cinco leitos clínicos Covid estão ocupados, sendo cinco pactuados. Já os 30 leitos de UTI Covid (Unidade de Terapia Intensiva) encontram-se 96,66% ocupados. Outro hospital de esfera estadual, o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), possui 11 leitos clínicos Covid e 11 estão ocupados. O leito de UTI infantil Covid está desocupado. Dos 32 leitos de UTI Covid disponibilizados neste hospital, 31 estão ocupados.

 

Dos hospitais contratualizados pela Prefeitura de Sorocaba para oferecer leitos Covid, a Santa Casa está com 80,95% de ocupação nos leitos clínicos Covid. Ou seja, dos 21 existentes, 17 possuem pacientes. A ocupação de UTI Covid da Santa Casa é de 90,90%, o que representa 50 leitos ocupados dos 55 contratados. O Hospital Santa Lucinda possui um total de 18 leitos clínicos Covid e 18 estão ocupados. O mesmo hospital também possui dois leitos de UTI Covid quem encontram-se ocupados. Dos seis leitos clínicos Covid do GPACI, um está ocupado. O hospital Amhemed possui 10 leitos clínicos Covid e 10 estão ocupados. Já, dos três leitos de UTI Covid deste mesmo hospital, três estão ocupados.

 

O Centro de Estabilização Covid São Guilherme está com 15 leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 17. Dos três leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, nenhum está ocupado. O Centro de Estabilização Zona Oeste está com 13 leitos de enfermaria Covid ocupados do total de 13. Dos 23 leitos Covid de Suporte Ventilatório Avançado, 21 encontram-se ocupados.

 

Na rede particular, o Hospital Unimed encontra-se com 100% de ocupação dos leitos adultos clínicos Covid (80 leitos ocupados dos 80 pactuados) e 100% dos de UTI (50 leitos ocupados dos 50 existentes). Os dois leitos infantis de UTI Covid deste hospital encontram-se ocupados. O Samaritano possui 24 leitos clínicos Covid ocupados do total de 26 existentes. Já, a UTI Covid dessa mesma instituição está com 100% de ocupação, o que significa 29 leitos ocupados dos 29 disponibilizados. Dos dois leitos de UTI Covid para crianças, nenhum possui paciente. O Hospital Evangélico atingiu 100% de ocupação de sua UTI Covid (22 leitos ocupados dos 22 pactuados) e 85,29% dos leitos clínicos (29 leitos ocupados dos 34 pactuados). O Hospital Amhemed possui cinco leitos clínicos Covid ocupados, sendo 13 pactuados. Já a UTI do mesmo hospital possui sete leitos ocupados do total de sete.

 

Conscientização e combate à Covid-19

 

A Secretaria da Saúde (SES) reforça que é preciso que as pessoas continuem usando máscara, álcool em gel e mantendo o distanciamento social. A conscientização da população sobre as medidas preventivas de combate à Covid-19 é fundamental. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Dos 6 mil presos de SP libertados por causa da pandemia, 7% voltaram aos presídios após novo crime

Escola estadual de Sorocaba com 5 professores com Covid continua recebendo alunos, denuncia sindicato

Moro afirma que a força-tarefa está ameaçada e depende de ação da PGR

PF pede inclusão de André do Rap em lista de procurados da Interpol

Covid-19: reações à vacina em crianças são raras, dizem especialistas

TJ suspende liminar que proibia apostilamento nas escolas municipais