Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Justiça condena proprietários de clínica de reabilitação em Sorocaba por crime de tortura

Foto: reprodução
Postado em: 06/02/2020

Compartilhe esta notícia:

A 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorocaba condenou, pelo crime de tortura, dois proprietários e três funcionários de uma clínica de reabilitação para dependentes químicos. As penas variam de três a seis anos de prisão.


Consta da denúncia que, em 2014, 10 internos da clínica foram submetidos diariamente, ao longo de cinco meses, a tratamento cruel e desumano, com emprego sistemático de violência física. Os funcionários foram presos em flagrante.


Ao proferir a sentença, o juiz Jayme Walmer de Freitas, afirmou que o crime de tortura foi comprovado pela constância na aplicação de métodos violentos e encarceramento como medida punitiva das vítimas. “A despeito dos laudos do IML atestarem lesões de natureza leve, o crime de tortura não resta rechaçado, por conta da constância e repetição das ‘contenções’ e agressões físicas desnecessárias”, escreveu o magistrado. “O sofrimento físico aliado à humilhação moral impostos aos internos caracteriza o crime de tortura, porquanto provocaram intenso sofrimento.”

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Motoristas de aplicativo, motofretistas e taxistas serão testados para a Covid-19

Mulher que acusa Neymar não citou camisinha em 1º depoimento

Site vai registrar pedido de cesta básica de famílias que precisam de ajuda institucional em Sorocaba

Igreja Católica ocultou nome de 500 padres acusados de abuso em Illinois

Entrega de cestas básicas em Sorocaba recomeça na segunda com novo mutirão

Saae instala macromedidor e interrompe o abastecimento em sete bairros nesta quinta-feira