Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

‘Esse endividamento é monstruoso’, diz Bolsonaro sobre prorrogação do auxílio

Arquivo
Postado em: 19/10/2020

Compartilhe esta notícia:

Jovem Pan News

O presidente Jair Bolsonaro justificou nesta segunda-feira, 19, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, a impossibilidade do auxílio emergencial ser prolongado em 2021. O presidente também voltou a afirmar que o Brasil está “está saindo da crise” ocasionada pela pandemia do novo coronavírus no País. “Não dá para ficar muito tempo mais com esse auxílio porque realmente esse endividamento é monstruoso, mas o Brasil está saindo da crise, pelo que os números estão mostrando o Brasil está saindo da crise”, afirmou Bolsonaro. Em setembro, o governo prorrogou o benéfico por mais quatro parcelas, mas diminuiu o pagamento de R$ 600,00 para R$ 300,00. A última parcela do auxílio será paga em dezembro de 2020.

“Eu sei que os R$ 600 é pouco para quem recebe, mas é muito pro Brasil, são R$ 50 bilhões por mês, e tem que ter responsabilidade para usar a caneta Bic”, disse presidente. O governo tem tentado criar um programa social próprio, o Renda Cidadã, para substituir o Bolsa Família, mas a equipe econômica e o Planalto não encontram uma solução para que os gastos com o benefício não ultrapassem o teto de gastos. Na sexta-feira, 16, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que “se não encontrarmos espaço fiscal para fazer um programa melhor, vamos voltar para o Bolsa Família. É melhor voltar para o Bolsa Família que promover um programa irresponsável”.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

União Europeia defende mais restrições para combater o coronavírus

Morre morador de rua que dormia em sacos de lixo após atropelamento por trator em praia do litoral

Ministra da Agricultura diz que nova safra pode reduzir preço do arroz

Jaqueline envia à Câmara projeto que extingue cargo de Assessor em Brasília

Fiocruz: 130 milhões podem receber vacina de Oxford em 2021

Jovem que matou, mutilou e ingeriu órgão do irmão é transferida para Tremembé