Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Texto de Eugenio Barba estreia online na interpretação Christiane Tricerri - veja a coluna de José Simões

Postado em: 02/07/2021

Compartilhe esta notícia:

TEATRO/ SÃO PAULO -  SAL   texto teatral escrito por Eugenio Barba, baseado no romance de Antonio Tabucchi (Si sta facendo sempre più tardi),  realizado pelo Odin Teatret, em 2002, tem a versão brasileira realizada pelas mãos da atriz  Christiane Tricerri  que, também, é a  responsável pela tradução da obra.

 

Christiane Tricerri relata que “nessa nossa clausura conto a história de amor de Ella, uma mulher que corre por ilhas em busca de um amor perdido, até mais que isso, um amor desaparecido.” 

 

SAL é uma história de amor, um show, um espetáculo que conta a trajetória de um amor revivido pela protagonista através de memória de viagens reais e imaginárias, sendo que a verdadeira jornada é a mais ilusória, porque ela acredita que encontrará os vestígios que um homem desaparecido apagou, cuidadosamente. 

 

Ficha Técnica:

De Eugenio Barba
Direção, Interpretação e Tradução: Christiane Tricerri
Idealização do Projeto: Alexandre Brazil
Direção de Arte e Direção de Fotografia: Isadora Tricerri
Câmera: Jonas Malferrari
Edição:  Isadora Tricerri e Jonas Malferrari
Trilha Sonora Original: Demian Pinto
Sound Design e Mixagem: Dan Maia
Músico: Demian Pinto
Técnico de Som: Gabriel Hernandes 
Imagem de Mar: Alexandre Mroz
Arte Gráfica: Felipe Apolo
Assessoria de Transmissão Online: Cesar Kawamura e Flávio Flocke
Assessoria de Imprensa: Pombo Correio
Assessoria de Mídias Sociais:  Felipe Apolo e Tobias Caiado
Assistente de Produção: Nina Marcci
Produção Executiva: Deivid Miranda e Roberta Carvalho
Consultoria de Produção: Daniel Pinheiro, Karol Garret e Laura La Padula
Coordenação de Produção: Vanda Dantas
Direção de Produção: Alexandre Brazil
Gestão de Produção: Escritório das Artes e Inima Produções
Apoio: Odin Teatret

 

Serviço

SAL TEMPORADA ONLINE

De 11/07 a 12/08
Segunda a Sábado às 21h
Domingo com sessão dupla às 17h30 e 21h

Faixa etária: 14 anos
Observação: Não haverá apresentações entre os dias 19 e 25 de julho

Reserve seu ingresso gratuito
na plataforma da SYMPLA
www.sympla.com.br

José Simões é professor e crítico teatral



Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

“Orgulho e Paixão” e a força dos vilões para as novelas brasileiras

Roda de micro-ônibus se solta e pneu ‘atropela’ idoso na avenida Ipanema

Após acidente de trabalho, metalúrgico tem perna amputada em Sorocaba

Município de Sorocaba assina o Pacto Global de Prefeitos pelo Clima e Energia

Inscrições abertas para processo seletivo de residência em Medicina Veterinária no Zoo de Sorocaba

MP denuncia Flávio Bolsonaro por organização criminosa, peculato, lavagem e apropriação indébita