Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Suspeita de H1N1 em criança deixa pais em alerta e afasta alunos de CEI

Postado em: 06/12/2018

Compartilhe esta notícia:

Alana Damasceno

Atualizado às 8h50

A suspeita de H1N1 em uma criança de apenas 1 ano, aluna do CEI 73 – Matilde Gavin, localizada no bairro Jardim Matilde Gavin, na Zona Norte de Sorocaba, tem deixado em estado de alerta os frequentadores da unidade de ensino. As aulas não estão suspensas.

O Ipa Online obteve informações de forma sigilosa que a criança em questão foi internada com quadro de hemorragia interna, apresentou problema nos pulmões e, no momento, está em coma na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular. Outras crianças do mesmo CEI pausaram a ida nas creches após apresentar febre alta.

Profissionais da saúde ligados ao caso chegaram a recomendar que a prefeitura interditasse o local até a confirmação de H1N1 na criança.

Apesar da situação, o atendimento na unidade ocorre normalmente, inclusive com pais deixando seus filhos diariamente no local. Na última segunda-feira (3), um bilhete contendo orientação de medidas de prevenção de gripe em ambiente escolar à unidade, como lavagem frequente de mãos e garantir a vacinação dos grupos de risco (crianças menores de cinco anos) anualmente.

A Secretaria da Saúde (SES), por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal, informou que recebeu notificação de caso de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) de uma paciente internada em um hospital da cidade, com 1 ano de idade.

A SES encaminhou material coletado do hospital para pesquisa de Influenza ao Instituto Adolfo Lutz. Até o momento, não há confirmação de caso de H1N1 da criança em questão.

Recentemente não há casos de suspeitos de Influenza em crianças que frequentam CEIs.

Casos de H1N1

Foram registrados até esta quarta-feira (5) cinco casos de morte por Influenza A H1N1 em Sorocaba no ano de 2018, com 22 diagnósticos da doença no total. Ao Cruzeiro do Sul, em matéria de 25 de julho deste ano, a Secretaria de Saúde informou que eram oito o total de óbitos pela doença, sendo 26 diagnosticados.

A Campanha de Vacinação Contra Gripe ocorreu de 23 de abril de 2018 até 27 de junho de 2018. A vacina não está mais disponível nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a época de maior circulação do vírus Influenza acontece nos meses de outono e inverno.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Comitiva brasileira vai à Rússia por caso Robson: ‘Questão humanitária’, diz senador

Votorantim confirma mais um óbito por Covid-19

Fabíola se manifesta após vereadores flagrarem remédios vencidos em farmácia de alto custo

Inscrição para feirinha de adoção de filhote de cães e gatos abre segunda

Nova lei estabelece multa de R$ 50 mil à cassação do alvará a bancos por demora em atendimento

Biden passa à frente no estado decisivo da Geórgia