Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba inicia monitoramento de 88 pontos de risco com Plano Verão

Agência Sorocaba
Postado em: 02/12/2020

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba iniciou nesta nesta terça-feira (01) o Plano Verão 2020/2021, que objetiva prevenir e minimizar desastres naturais, danos materiais e preservar vidas no período de maior incidência de chuvas que, também, começa sempre em dezembro. 

Em Sorocaba existem 88 pontos críticos mapeados, sendo 41 de alagamento, 21 sujeitas à inundação e 26 a deslizamentos. O monitoramento é feito também diariamente nos pontos instalados na cidade como Estação de Tratamento de Água (ETA) Cerrado e Éden, Aterro Sanitário (Zona Industrial), Empresa Júlio & Júlio (Bairro dos Morros), E.E. Brigadeiro Tobias (Bairro Brigadeiro Tobias), Paço Municipal (Alto da Boa Vista), ABB/Flextronics (Bairro Aparecidinha) e SAAE São Bento (Parque São Bento).

A operação realizada pela Prefeitura por meio da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (CMPDC), em articulação com o Sistema Estadual de Defesa Civil, acontece todos os anos no período de 1 de dezembro a 31 de março do ano subsequente, podendo ser prorrogado quando do conhecimento de chuvas fortes na região e que possam alterar o volume do rio Sorocaba e dos córregos, além da maior infiltração no solo daquelas áreas ocupadas inadequadamente.

O nível do rio é acompanhado através do vídeo-monitoramento da régua instalada pelo SAAE na praça “Lions” e com a Plataforma Coletora de Dados Estação Hidrológica sobre a ponte Francisco Dell’Osso, monitorada pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN). Os dados pluviométricos são utilizados para calcular o parâmetro acumulado de chuvas sempre de três dias.

A operação monitora ainda os níveis que caracterizam o Estado de Observação (chuvas acumuladas até 59,9 mm em 3 dias); Estado de Atenção (a partir de 60 mm em 3 dias, com alagamentos e previsão de chuva contínua); Estado de Alerta (acumulado de 3 dias com 60 mm ou superior e previsão de chuva contínua, vistoria e remoção preventiva da população das áreas de risco pelas equipes da Defesa Civil); e Estado de Alerta Máximo (acumulado de 3 dias superior a 60 mm com previsão de chuva contínua e ocorrências em andamento e remoção da população das áreas de risco, indicada por vistoria técnica).

Ações preventivas

Com o objetivo de prevenir ocorrências, diminuir os impactos de desastres naturais e proteger a população, a Secretaria de Segurança Pública (Sesu) desenvolve o Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC). Neste ano foram registrados 506 atendimentos no período, o menor número dos últimos cinco anos, cuja redução é apontada pela Sesu como resultado de procedimentos adequados e vistorias preventivas em áreas de risco propensas a alagamentos, inundações e deslizamentos de terra.

Telefones emergenciais

A comunicação de uma emergência pode ser feita através dos telefones emergenciais: 199 (Defesa Civil/Guarda Civil Municipal; 193 (Corpo de Bombeiros) e 190 (Polícia Militar), todos com plantões 24 horas.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Operação contra pancadões e aglomerações prende 5 pessoas em Sorocaba

Motoristas de linha entre Salto de Pirapora e Sorocaba protestam por falta de salário

Sorteio do 1º empreendimento do Casa Nova Sorocaba será realizado no CIC no dia 20 de março

Com alta de Covid, cidades de SP recomendam uso de máscara em escolas

Comerciante morre ao colidir carro em caminhão na rodovia SP-79

Estimulação sensorial é tema de palestra gratuita no novo Hospital Regional de Sorocaba Dr. “Adib Domingos Jatene”