15 de Junho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

São Paulo deve ter volta de frio e chuva a partir de terça (14), mas calor recomeça na quinta (16)

Foto: Agência Brasil.
Postado em: 13/05/2024

Compartilhe esta notícia:

A cidade de São Paulo passará, na próxima semana, por uma "gangorra" nas temperaturas: a previsão é que o calor dê trégua a partir da terça-feira (14), mas volte a partir da quinta-feira (16). O deslocamento de uma frente fria neste começo de semana deve provocar um enfraquecimento no bloqueio atmosférico —que tem atuado desde o começo do mês sobre boa parte do interior do país, de acordo com o Climatempo.


Após uma segunda-feira (13) com poucas nuvens e máxima de 31ºC, a previsão é de uma queda na temperaturas e, após mais de 20 dias sem chuvas, a capital pode registrar chuvas isoladas entre a terça e a quarta (15). Na terça, deve haver mudança brusca nas temperaturas e a capital poderá ter mínimas entre 17ºC e 18ºC e máximas de 22ºC a 24ºC.


O tempo permanece semelhante na quarta-feira (15): a mínima ficará entre 14ºC e 17ºC, enquanto a máxima será de 20ºC a 22ºC. A previsão é de que haja uma chuva fraca, de acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).


"Na quarta vai estar mais fresquinho, mais próximo do que é comum para maio. Mas não é uma mudança que vem para ficar. A partir de quinta volta a ficar seco", diz Thomaz Garcia, meteorologista do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergência), da prefeitura paulistana.


As temperaturas voltam a subir na quinta (16), e a tendência é que só volte a esfriar um pouco no domingo (19). A previsão é de uma mínima de 16ºC e uma máxima de 29ºC. Na sexta-feira (17), a temperatura fica entre os 20ºC e os 30ºC.


"É uma frente fria que vai passar pelo litoral de São Paulo, mudar a direção dos ventos e trazer um ar mais frio do Sul a partir da terça. Na quarta, toda a faixa leste do estado vai ter um tempo mais fechado e na quinta, volta a fazer calor. É uma semana que vai ter uma flutuação na temperatura", resume Garcia.


As chuvas devem ser mais fortes no litoral paulista. A umidade entre terça e quarta terá uma variação entre 100% (a máxima) e 55% (mínima), mas a mínima cai novamente a partir da quinta (35%), de acordo com o Inmet.


PREVISÃO DO TEMPO


O estado, assim como outras regiões do país, enfrenta desde o mês passado uma onda de calor, quando as temperaturas ficam 5°C acima da média por ao menos cinco dias seguidos.
A onda de calor passa por uma grande faixa que engloba os estados de Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio de Janeiro, além do sul de Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais e norte do Paraná.


As altas temperaturas foram provocadas por um forte bloqueio atmosférico que mantinha, desde 22 de abril, sol, ar seco e temperaturas muito acima do normal para esta época do ano.
Com 32,8ºC, a capital paulista registrou no último domingo (5) o dia mais quente para maio, ao menos desde 1943, quando começaram as medições meteorológicas regulares do Inmet no mirante de Santana, na zona norte. A média máxima para o mês é de 23,4°C.


A condição de tempo quente e seco aumenta o risco de formação de queimadas e incêndios florestais, bem como prejudica a qualidade do ar, uma vez que os poluentes não se dispersam, o que piora os sintomas de quem tem problemas respiratórios, como rinite alérgica.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Apesar das mais de 178 mil mortes por Covid no país, Bolsonaro diz que governo agiu bem na pandemia

Câmara abre processos contra Nikolas, Eduardo, Zambelli e mais 4 deputados

“Sorocaba Linda de Verdade” inicia reativação de chafarizes e fontes em parques e praças

GCM detém marido que agrediu a companheira com corrente na Zona Norte de Sorocaba

Roupa Nova é atração desta quinta-feira na Festa Julina de Sorocaba

GCM detém adolescente com drogas ao lado de escola no Jd. Nova Esperança