Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Região de Sorocaba reduz homicídios e latrocínios em abril, informa SSP

Postado em: 26/05/2022

Compartilhe esta notícia:

A região de Sorocaba terminou o mês de abril com redução nos casos e vítimas de homicídios dolosos e latrocínios e nas ocorrências de estupros. Roubos e furtos de veículos e roubos em geral também caíram, enquanto os roubos a banco e as extorsões mediante sequestro permaneceram zerados. A análise leva em consideração os dados deste ano, em comparação a 2019, período pré-pandemia e com cenário semelhante ao atual.
 
 
Os indicadores de casos e vítimas de mortes intencionais passaram igualmente de 17 registros em abril de 2019 para 14 registros em igual mês deste ano. A quantidade de vítimas atual é a menor da série histórica, iniciada e 2001, ao lado de 2021.
 
 
Na comparação do primeiro quadrimestre do ano, a igual período de 2019, os dois indicadores também tiveram recuo. Os casos de mortes intencionais reduziram 16,7% (de 60 para 50) e o número de vítimas teve queda de 14,8% (de 61 para 52). Os dois totais são os menores de toda a série histórica.
 
 
Com os resultados, as taxas dos últimos 12 meses (de maio de 2021 a abril de 2022) caíram para 4,75 ocorrências e 4,94 vítimas de homicídios dolosos para cada grupo de 100 mil habitantes. As taxas são as menores da série histórica.
 
 
A tendência de queda se estendeu para os latrocínios, que teve o indicador de casos e vítimas zerado no mês passado. Em abril de 2019, ambos os indicadores tiveram um registro.
 
 
Nos estupros, o recuo foi de 6,1% no quarto mês deste ano, em comparação a igual período de 2019. A quantidade passou de 98 para 92. Na comparação do quadrimestre, este índice passou de 437 para 393 (-10,1%).
 
 
Outros indicadores
 
 
Os roubos em geral e de veículos reduziram 4,4% e 25,8%, respectivamente, em abril deste ano, em comparação a igual mês do ano pré-pandemia. O primeiro passou de 342 para 327 e o segundo, de 66 para 49. Nas duas situações os totais atuais são os menores da série histórica, sem contar os anos de 2020 e 2021.
 
 
Se analisados os primeiros quatro meses deste ano, em comparação ao mesmo período de 2019, o recuo dos indicadores também ocorre. Os roubos em geral têm redução de 14,9% (de 1.433 para 1.220) e os roubos de veículo têm queda de 11,9% - passou de 285 para 251.
 
 
Os roubos a bancos e as extorsões mediante sequestro, por sua vez, permaneceram zerados na comparação mensal.
 
 
Em contrapartida, na mesma comparação, os roubos de cargas oscilaram de 9 para 14 e os furtos em geral subiram 10,1%, passando de 2.087 casos em abril de 2019 para 2.298 registros em igual mês de 2022.
 
 
Produtividade
 
 
O trabalho das polícias paulistas na região de Sorocaba, em abril, resultou em 1.109 prisões e na apreensão de 56 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 238 flagrantes por tráfico de entorpecentes.
 
 
Nos primeiros quatro meses do ano, por sua vez, foram realizadas 4.361 prisões e apreendidas 229 armas de fogo ilegais. Também foram registrados 970 flagrantes por tráfico de entorpecentes.
 
 
Dados estatísticos
 
 
Confira os dados estatísticos do Estado por ano e mês clicando aqui.
 
 
Operação Sufoco
 
 
Para reduzir os indicadores criminais, especialmente neste período pós-pandemia, com aumento na circulação de pessoas nas ruas, o Governo de São Paulo deflagrou, no dia 4 de maio, a operação Sufoco. A ação tem permitido enviar tropas da cidade de São Paulo a outras regiões do Estado para reforçar o policiamento, combater o crime e aumentar a sensação de segurança. 
 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro gasta mais que Dilma e Temer no cartão corporativo da Presidência

Bolsonaro sanciona lei que permite faltar à aula por motivo religioso

Deputados aliados de Bolsonaro em SP propõem medidas na contramão do liberalismo

Bolsonaro diz que Doria é ‘autoritário’ e que pandemia no Brasil ‘está acabando’

Quadrilha especializada em fraudes no Auxílio Emergencial é presa

Veículo fica destruído após pegar fogo em avenida da Zona Norte; não houve feridos