21 de Julho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Procon-SP: queixas sobre compras online subiram 536% em 2 anos

Foto: Agência Brasil
Postado em: 12/04/2022

Compartilhe esta notícia:

As reclamações relacionadas a compras online registradas no Procon-SP no ano de 2021 cresceram 536% em comparação a 2019 – último ano antes do início da pandemia de covid-19. Foram 498.877 queixas em 2021 contra 301.672 em 2020, e 78.419 em 2019. Os dados, divulgados hoje (11), são do Procon-SP.

 

As informações são da Agência Brasil.

 

De acordo com a fundação, o crescimento das reclamações decorreu da pandemia de covid-19 e à mudança nos hábitos de compra. “Essa elevação, que tem nos preocupado, ocorreu em razão da pandemia, um contexto em que os estabelecimentos comerciais tiveram que ser fechados do dia para noite e não estavam preparados para fazer um atendimento de modo virtual”, disse o diretor executivo do Procon-SP, Guilherme Farid.

 

As principais queixas dos consumidores são referentes a atrasos ou não entregas dos produtos; seguido de cobranças indevidas. O Procon-SP destacou ainda relatos de vendas feitas por sites falsos ou perfis de redes sociais falsos.

 

“Como medida de proteção ao consumidor e a fim de garantir que ele tenha onde reclamar caso tenha um problema, o Procon-SP criou o selo Empresa Verificada. A ferramenta certifica que a empresa é cadastrada no Sistema Procon-SP Digital, plataforma em que é possível fazer reclamações, denúncias e tirar dúvidas”, ressaltou a fundação, em comunicado.

 

A recomendação do Procon-SP é que a compra seja feita de empresas que estão cadastradas no sistema, ou seja, aquelas que disponibilizaram os seus dados ao órgão de defesa e assinaram o cadastro com o certificado digital. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Médico que atirou no policial militar tem prisão preventiva decretada

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 120 milhões

Aécio Neves vira alvo de bolsonaristas por projeto que prevê punição a quem não se vacinar

Bolsonaro diz que "não tem nada de mais" em nota de recuo após receber críticas de aliados

Policiais convocam carreata e manifestações contra Bolsonaro em Brasília

Governo Bolsonaro inclui Coronavac em plano de imunização contra Covid-19