Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação fiscaliza ferros-velhos e detém dois homens por receptação de materiais furtados

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 03/05/2022

Compartilhe esta notícia:

Uma operação integrada de fiscalização em ferros-velhos ocorreu na manhã desta segunda-feira (2) e terminou na prisão de duas pessoas por receptação de materiais furtados. A ação começou por um estabelecimento do ramo, localizado no Jardim Piratininga, Zona Leste da cidade, e em uma casa vizinha, utilizada também como depósito do local.

 

Ao todo, 150 quilos de fiação de cobre foram recolhidos nesses endereços, além de 200 metros de cabos de alumínio, sete torneiras metálicas, 10 telhas de zinco, 15 ferramentas de manutenção de trilhos de trem e dois contêineres de lixo da coleta pública, entre outros objetos de metal.

 

A ação foi coordenada pela Secretaria do Gabinete Central da Prefeitura de Sorocaba, com a participação de equipes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar (PM), Secretaria da Cidadania (Secid) e dos setores de Fiscalização de Posturas, da Secretaria de Urbanismo e Licenciamento (Seurb), e de Zonooses, da Secretaria da Saúde (SES).

 

Antes de dar início às atividades, as equipes se reuniram na sede do 7º Batalhão da PM, no bairro de Santa Rosália, onde houve a definição da estratégia de atuação. “Inicialmente, determinamos quatro pontos para vistorias, porém, a quantidade de material apreendido, logo no primeiro local fiscalizado, fez com que a operação se concentrasse nesse endereço. O recolhimento dos objetos durou a manhã toda. Foi uma ação de sucesso”, apontou João Alberto Corrêa Mais, da Secretaria do Gabinete Central.

 

A GCM participou da operação, inicialmente, com um efetivo de nove guardas, em três viaturas, e a PM, com oito policias, em três viaturas. Depois, mais equipes foram acionadas em apoio, diante da grande apreensão realizada. Oito pessoas foram abordadas, sendo que duas delas, um homem de 63 anos e outro de 22 anos de idade foram apresentados no 2º Departamento de Polícia (DP) e indiciados pelo crime de flagrante de receptação de materiais frutados.

 

“Atuando dessa forma, ampliamos o trabalho de combater a venda de materiais furtados em ferros-velhos. Tanto a GCM, como a PM já têm feito ações constantes nesses estabelecimentos, desde o ano passado, sobretudo na região central da cidade, para coibir tais práticas criminosas”, apontou o subcomandante da GCM, Ricardo Picolli.

 

Segundo levantamento feito na delegacia, dos 150 quilos de fiação de cobre apreendidos, 50 quilos estavam já descascados, sem a capa plástica de proteção, e os demais 100 quilos eram de fios telefônicos de uma empresa de telefonia e serviços a cabo. “Além disso, o que chamou a atenção também foram as ferramentas, pois todas são de grande porte, mais os contêineres de lixo da coleta pública, furtados e usados para guardar materiais nesse locais”, disse o Tenente Maschio, da PM. Os contêineres, inclusive, foram apreendidos e devolvidos à empresa de coleta responsável.

 

O estabelecimento vistoriado foi notificado pela Fiscalização da Prefeitura a encerrar as atividades e só poderá voltar a funcionar, assim que regularizar a situação legal do negócio, pois operava sem livro contábil para discriminar compras e vendas de fios elétricos e de cobre, além de sem nota fiscal. A equipe da Zoonoses ainda constatou recipientes possíveis criadouros do mosquito da dengue no local, ainda que sem focos do vetor, e providenciou a aplicação de larvicida nesses pontos e a remoção dos inservíveis.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

TSE decide que adiamento de eleições libera candidatura de ficha-suja

Bolsonaro propõe reduzir verba para faculdades de humanas no país

Secult faz última chamada para indeferidos no auxílio da Lei Aldir Blanc em Sorocaba

Sistema Integrabike será fechado por uma semana pela Urbes para ajustes

Samu realiza parto dentro de ambulância

Governo Bolsonaro prepara ampliação de limites para microcrédito no país