20 de Julho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Em decisão inédita, TST diz que motorista não é funcionário da Uber

Arquivo / Folhapress
Postado em: 05/02/2020

Compartilhe esta notícia:

Fernanda Brigatti, da Folhapress

Os motoristas que atuam por meio do aplicativo Uber não têm vínculo de emprego com a empresa, decidiu nesta quarta-feira (5) a 5ª Turma do TST (Tribunal Superior do Trabalho). Essa é a primeira decisão de instância superior sobre o assunto, segundo o relator do processo, ministro Breno Medeiros.

O motorista que foi à Justiça cobrar o reconhecimento do vínculo é de Guarulhos, município da Grande São Paulo. Ele afirmou, na ação, que trabalhou usando o aplicativo entre julho de 2015 e junho de 2016.

Em primeiro grau, ele perdeu, mas, para o TRT-2 (Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região), a relação entre o motorista e a empresa continha os elementos que caracterizam vínculo de emprego, como habitualidade, onerosidade, pessoalidade e subordinação.

O TST, no entanto, considerou que o motorista tinha autonomia no desempenho das atividades e classificou a Uber como uma empresa de exploração de tecnologia, não de transporte.

Em nota, a empresa disse que a decisão reconhece o caráter inovador do modelo. A Uber afirma ter 600 mil motoristas cadastrados atuando em 100 municípios.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeitura inicia projeto para receber pagamento de débitos municipais diretamente nas Casas do Cidadão

Prefeitura de Sorocaba antecipa para maio segunda etapa do Mutirão da Saúde

Abertas inscrições para vagas em creche no mês de maio

Baixa adesão leva Saúde a prorrogar Campanha Nacional de Vacinação

No segundo dia de abertura, Casas do Cidadão registram 401 pessoas atendidas

Ex-marido pula muro de casa e mulher aciona o Botão do Pânico; GCM faz prisão