22 de Julho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Autor de disparos em escola de Sapopemba, em SP, era alvo de bullying, diz mãe de aluna

Foto: reprodução
Postado em: 23/10/2023

Compartilhe esta notícia:

Isabela Palhares, FOLHAPRESS

 

O aluno autor do ataque a tiros dentro da escola estadual Sapopemba, na zona leste de São Paulo, era alvo de bullying e agressões na unidade, segundo o relato de pais e estudantes. O adolescente, de 16 anos, foi apreendido pela Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (23).


O adolescente entrou armado na escola e atirou contra estudantes. Uma aluna foi morta e outros três ficaram feridos.


Segundo Jéssica Mattos, mãe de uma estudante da unidade, o menino era constantemente alvo de humilhações. Ela contou que ele, inclusive, foi alvo de agressões físicas dentro da escola.


"Ele era agredido e os alunos filmaram um dos episódios em que ele apanhou dentro de sala de aula", disse Jéssica.


A filha de Jéssica estava na escola quando os disparos foram efetuados. Ela contou que os estudantes se esconderam nas salas de aula, trancaram as portas e colocaram cadeiras para evitar que o atirador entrasse.


"Eles ficaram escondidos dentro das salas até que uma funcionária apareceu para orientá-los a sair da escola", contou.


Os feridos foram socorridos ao pronto-socorro do Hospital Sapopemba. A aluna foi atingida por um disparo na cabeça. Outros dois estudantes tiveram ferimentos no ombro e no tórax e um quarto, machucou a mão ao fugir.


O governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) lamentou o episódio.


"O Governo de SP lamenta profundamente e se solidariza com as famílias das vítimas do ataque ocorrido na manhã desta segunda-feira (23) na Escola Estadual Sapopemba. Nesse momento, a prioridade é o atendimento às vítimas e apoio psicológico aos alunos, profissionais da educação e familiares", informou em nota.


"Durante o ataque a tiros, três alunos foram atingidos. Uma aluna morreu e outros três feridos estão sendo atendidos no Hospital Geral de Sapopemba, sendo um deles que se machucou ao tentar fugir durante o ataque. A Polícia Militar foi acionada e apreendeu o autor dos disparos e a arma utilizada por ele", informou o governo.


A Folha de S.Paulo questionou a Secretaria Estadual da Educação e aguarda posicionamento.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Restam algumas vagas para curso gratuito do Sebrae para microempreendedores

Gabriel Diniz, cantor de ‘Jenifer’, morre em acidente de avião em Sergipe

Metareciclagem destina meia tonelada de sucata eletrônica para a Coopereso

Abertas as inscrições para oficina de Dança contemporânea; acompanhe a coluna semanal de José Simões

Prefeitura usa perfil oficial para desmentir Manga sobre Santa Casa; vereador diz que vai "mostrar print"

1400 funcionários do trânsito e transporte foram testados para Covid-19; resultados ainda não saíram