21 de Fevereiro de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

A condição análoga à escravidão das vinícolas. “O sonho de uma economia com alma”, tema da palestra ADCE e Uniso - Vanderlei Testa

Foto: Visita da diretoria da ADCE ao Reitor da Uniso/ local encontrado pelo MT como moradia dos trabalhadores
Postado em: 02/03/2023

Compartilhe esta notícia:

Trabalhadores de várias vinícolas na região de Caxias do Sul foram libertados de suas situações de trabalho análogo à escravidão. Eles eram contratados durante a colheita da uva. São mais de 200 operários, seres humanos que deveriam ser tratados com dignidade, e que foram usados como instrumentos da ganância e de uma economia sem alma por seus gestores empresariais. A cidade de Bento Gonçalves, na serra gaúcha, foi o alvo da operação do Ministério do Trabalho. Infelizmente, mais uma vez o Brasil é destaque na mídia internacional por notícias dessa natureza análoga à escravidão. Desde a libertação dos escravos pela princesa Isabel em 13 de maio de 1888 o povo brasileiro não se livrou dessa infame condição desumana. A busca de resultados financeiros sem escrúpulos nos negócios levaram empresários a cometerem atos como esse ocorrido na última semana (22 de fevereiro). Essa é a economia considerada sem alma, desastrosa e focada em lucros jamais merecidos por qualquer empresa. A vida dos trabalhadores e do homem, como ser criado por Deus amor, merece respeito. 


ADCE e Uniso promovem palestra às novas gerações de estudantes empreendedores 

 

‘O sonho de uma economia com alma’ é o título da palestra que será realizada na Universidade de Sorocaba ( Uniso) no dia 9 de março. O evento promovido pela Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa ( ADCE) , em parceria com a Uniso tem as suas inscrições gratuitas, aos alunos da universidade da cidade e público interessado em conhecer um tema empolgante às novas gerações de empreendedores. Os alunos de Economia e Administração são o alvo dos organizadores, diz Regina Carvajal, presidente da ADCE na cidade. O tema  “O sonho de uma economia com alma”  é uma reflexão que levará os participantes a entenderem melhor que existe na economia, a alma e a vida do ser humano na produção de riquezas. Com ética e respeito aos trabalhadores, a produção de bens é saudável à economia. 

 

O advogado e membro da diretoria da entidade, Francisco de Assis Pontes, palestrante do tema: “O sonho de uma economia com alma”, disse em depoimento: “considerando que um sonho é apenas um conjunto de ideias e imagens que nos vêm à mente durante o sono, ou seja, sinais apenas de ficções, aspirações e devaneios, o tema desta palestra pode ser intrigante  e desafiador”. O palestrante Francisco Pontes questiona: Que tipo de sonhar se encaixa no contexto de uma economia competitiva, individualista, que diz tudo poder? Há lugar para valores éticos e bons princípios na seara econômica? Ele complementa, “mas quem sabe se, perambulando um pouco na antiguidade, no pensar de filósofos, doutrinadores e mestres, poderemos descobrir que a economia foi concebida com uma alma para   se tornar  capaz de  proporcionar um desenvolvimento que seja um bem comum a todos. No entanto, quando essa alma é aprisionada por interesses individualistas,  perdem-se junto os valores e os princípios próprios da responsabilidade social que lhe é própria, e descarrega-se na sociedade o peso maior dos desvios éticos, crescem as injustiças e  perdem-se os seus sadios objetivos. É preciso reagir e podemos fazê-lo sonhando juntos. O que se sonha junto torna-se realidade e aqui está um convite para uma reflexão que seja o  marco de esperança de novos parâmetros de uma economia que dê vida e não mate, que integre e não exclua, que partilhe e não concentre, que cuide do meio ambiente e não o destrua.  Enfim, destaca Francisco, “uma reflexão apenas, um  convite para sonharmos junto”.

 

A palestra será proferida das 19h às 20h30 no Bloco C do Campus Raposo da Uniso. As inscrições limitadas a 100 vagas podem ser feitas via on-line no link forms.office.com./r/YriseOiOZv ou pelo e-mail adcesorocaba@gmail.com

 

O Reitor da Universidade de Sorocaba, professor Rogério Augusto Profeta acolheu a proposta da ADCE por considerar a importância do tema na formação profissional e humana dos alunos da universidade.

 

 A ADCE Brasil está completando 60 anos de atividades e tem núcleos de atuação em capitais, como São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Brasília. Um livro documentário relatando a história das seis décadas da entidade foi entregue ao reitor da Uniso para fazer parte da biblioteca da universidade. A ADCE é uma entidade sem fins lucrativos que congrega dirigentes de empresas com base nos valores cristãos, trabalhando na formação de seus associados para que conduzam seus negócios tendo o ser humano como a principal razão da atividade empresarial. A ADCE propõe que a gestão das empresas seja orientada para as pessoas, seguindo valores cristãos e princípios éticos.

 

Vanderlei Testa (artigovanderleitesta@gmail.com) Jornalista e Publicitário escreve no portal do jornal Ipanema

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Urbes consegue liminar na Justiça para que ônibus voltem a circular imediatamente

Bolsonaro quer que postos exibam composição de preço dos combustíveis

Espetáculo baseado no livro “O Pequeno Príncipe” é atração gratuita no Shopping Cidade Sorocaba

Titular do Saneamento sofre AVC e é levado ao Hospital Albert Einstein

Covid-19 segue ocupando 100% os hospitais e registra 3 mortes nesta quinta-feira em Sorocaba

Mais de 2 mil pessoas trans já mudaram de nome em cartório em um ano