Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Teatro Escola Mario Persico reabre as portas com espetáculo presencial - veja a coluna de José Simões

Postado em: 13/08/2021

Compartilhe esta notícia:

 

 

TEATRO/SOROCABA – Aos poucos os espaços culturais e artísticos da cidade de Sorocaba retomam as atividades, seguindo as orientações sanitárias vigentes no Estado de São Paulo.

 

O Teatro Escola Mario Persico estreia dia 14 de agosto o espetáculo O Senhor Puntilla e o seu criado Matti de Bertold Brecht. Comédia escrita em 1940, durante o exilio do autor na Finlândia. No enredo o Senhor Puntilla quando sóbrio é um homem vil e arrogante e quando bêbado é bondoso. É a partir desta situação que acontecem os enlaces e desenlaces na peça.

 

Segundo Anatol Rosenfeld “Se no estado social da normalidade [Puntila] é um ser associal, no estado associal da embriaguez passa a ser um homem de sentimentos sociais. Como em outras peças em que os criminosos proclamam valores burgueses e até cristãos, aqui o embriagado torna-se portador de valores elevados. Puntila é, portanto, associal em todas as circunstâncias; a sua maldade é ‘normal’, a sua bondade ‘anormal’ e por isso sem valor. É um indivíduo em si mesmo destrutivo – segundo Brecht devido à sociedade em que vive e à função que nela exerce. Quanto mais se esforça por ser humano, a fim de corresponder aos valores ideais pregados pela nossa sociedade, tanto mais se animaliza e se ‘aliena’ no sentido social (só mesmo um louco tem o privilégio de poder ser bondoso); e quanto mais se ajusta, no estado sóbrio, à dura realidade social, tanto mais se animaliza em face dos valores supremos proclamados por esta mesma sociedade”.

 

O espetáculo foi resultado do Módulo Prática de Montagem dos alunos da Escola. Participam da encenação os alunos Valter Avanzzo, Mônica Rodrigues, Gabriele de Souza Passos, Pedro Sales, Renan Rodrigues da Silva Souza, Daniela Tavares, Cecília Sene Mion, Vitor Francisco da Silveira, Giovanna Tegani, Gabriel Brasil, Guilherme Tarleski e Mario Persico (que assina a direção).

 

Segundo a produção “Não foi por acaso. Escolhemos reabrir a escola presencialmente numa data emblemática.  O aniversário de Sorocaba. É a nossa forma de comemorar a data, oferecendo como presente a cidade o nosso trabalho, a nossa arte. Viva Sorocaba.  Viva Brecht. Viva o teatro.”

 

Serviço:

Serão duas apresentações:

14 de agosto as 20h00

15 de agosto as 19h00

Preço único: R$ 10,00

Lotação será de 60 pessoas (com máscaras) e aferição de temperatura na entrada.

Teatro Escola Mario Persico- Sala Carlos Roberto Mantovani (Primeiro andar) - Rua da Penha, 823.

(Ingressos esgotados. Outras sessões serão agendadas)

 

José Simões é professor e crítico teatral

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

OAB de SP quer facilitar a liberação de 25 mil presos no estado por conta da Covid-19

Trump assina ordem que pode punir Facebook, Google e Twitter

Tribunal de Contas aponta irregularidades em serviços firmados pela Prefeitura

Ministro defende uso de tecnologias para combater crime organizado

Viaduto recebe acabamentos para inauguração na próxima semana

Hospital de Campanha já atendeu 195 pacientes e teve 107 altas