Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação integrada inibe “pancadão” com mais de 400 pessoas na Avenida Itavuvu

Foto: GCM/Divulgação
Postado em: 23/08/2021

Compartilhe esta notícia:

Operação integrada entre a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM) encerrou um “pancadão” que reunia mais de 400 pessoas na madrugada deste domingo (22), na Avenida Itavuvu, Zona Norte de Sorocaba. No local, havia dezenas de automóveis e aproximadamente 50 motocicletas. Com o mesmo propósito, também a partir de denúncias, outras equipes atuaram em mais pontos da cidade, fiscalizando estabelecimentos, igualmente como forma de evitar aglomerações.

 

A aglomeração, por volta das 4h20, tinha tomado todo o trecho da Avenida Itavuvu, impedindo o trânsito de veículos, inclusive no corredor exclusivo de uso do transporte coletivo. Quatro viaturas da GCM deram apoio a duas da PM e a aglomeração se dispersou e o trânsito voltou à normalidade. O estabelecimento que opera nos arredores teve as atividades encerradas, com a chegada do efetivo policial.

 

“Tanto a GCM, como a PM receberam denúncias de perturbação do sossego, sobre essa ocorrência na Zona Norte, e uma ação foi rapidamente realizada, como forma de coibir aglomerações”, revela o secretário de Segurança Urbana (Sesu) de Sorocaba, Coronel Vitor Gusmão.

 

Antes, porém, das 20h de sábado (21) às 4h deste domingo, a operação integrada montou um posto fixo na Rua Olinda Ayres Paulete, no Parque Paineiras e outra equipe, de forma itinerante, realizou patrulhamento em pontos do Parque São Bento, Vila Helena e Jardim Capitão, ainda com o objetivo de inibir eventos  clandestinos com aglomerações na cidade.

 

A equipe itinerante da GCM e PM permaneceu mais tempo na avenida marginal da rodovia Raposo Tavares e, ao todo, sete veículos que estavam em situação irregular foram autuados. Na noite anterior, de sexta-feira (20), as forças policiais já haviam realizado ação nesse mesmo local, que culminou com a autuação de dois estabelecimentos nas proximidades.

 

“As forças policiais, mais uma vez, tiveram êxito em inibir aglomerações e coibir a realização de “pancadão” no local. Trata-se de um ponto crítico e de risco, pois há pessoas que correm para a rodovia e enfrentam risco de atropelamento”, explicou o secretário da Sesu.

 

Em paralelo, GCM e PM ainda deram apoio aos agentes do Setor de Fiscalização, da Prefeitura de Sorocaba, e da Vigilância Sanitária (Visa) Municipal, que inspecionaram estabelecimentos, a partir de denúncias recebidas da população. Das 19h à meia-noite de sábado, sete pontos foram fiscalizados. Destes, três acabaram notificados (localizados no Trujillo, Jardim Paulista  e Jardim Zulmira) e um orientado (Jardim Maria Eugênia), sendo que todos tiveram as atividades encerradas. Nos outros três locais, respectivamente na Vila Santa Rita, Mineirão e Vila Nova Sorocaba, nada de irregular foi detectado.

 

O secretário de Segurança Urbana (Sesu) destaca que a contribuição da população, em fornecer informações que colaborem no trabalho das autoridades, tem sido essencial para a efetiva ação das forças policiais contra “pancadões” e casos de perturbação do sossego, assim como para a preservação do patrimônio público. “Basta entrar em contato pelo telefone 153, da GCM, ou o 190, da PM. Uma sociedade ativa e participante é garantia de uma segurança pública cada vez mais eficiente”, finaliza o Coronel Vitor Gusmão.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

‘Eu vejo, eu ouço’, diz Moro sobre manifestações em seu apoio

Oito crianças são baleadas dentro de escola em Suzano, na Grande SP

Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira prêmio de R$ 120 milhões

Processo seletivo para estágio na Secretaria da Educação começa no dia 16

Russomanno e Covas estão empatados na disputa pela Prefeitura de São Paulo

Menores vítimas de violência sexual costumam mostrar sinais