Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Operação integrada contra aglomeração e pancadão prende 6 pessoas em Sorocaba

Foto: divulgação/PM
Postado em: 05/07/2021

Compartilhe esta notícia:

A operação integrada "Paz e Proteção" prendeu seis pessoas durante esse fim de semana em Sorocaba. 

De acordo com a Polícia Militar, entre os detidos está 1 por tráfico de drogas, 1 por receptação de veículo, 1 por porte ilegal de arma de fogo e outros três constavam como procurados pela Justiça e foram capturados. 

A operação iniciou na última sexta-feira e seguiu até esse domingo (dias 2 a 4 de julho). A Paz e Proteção contra com atuação do Sétimo Batalhão de Polícia Militar do Interior, Guarda Civil Municipal e equipes da
fiscalização de Sorocaba. O objetivo é coibir aglomeração de pessoas para a formação de
pancadões, impedir práticas delituosas e preservar vidas.


As Operações “Paz e Proteção” são executadas com base nas informações obtidas por meio de monitoramento criminal e ferramentas inteligentes que orientam o planejamento operacional identificando locais possíveis de evento e, de forma preventiva são direcionadas viaturas para saturar o local antes de seu início com a finalidade de zelar pela paz pública atuando diretamente nas perturbações de sossego causadas pelos “bailes funk”, interdição de vias, delitos de trânsito e crimes contra o patrimônio.

As Operações ocorreram em diversas regiões da cidade de Sorocaba entre elas os bairros Jd. Ipiranga, Nova Esperança, Paineiras, Vitória Régia, Praça da Bandeira, Vila Helena, Habiteto, Carandá, Zacarias, Brigadeiro Tobias, João Romão, Bairro dos Morros e Vila Sabiá.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Serviço voluntário é critério de desempate em concurso da Prefeitura de Sorocaba

Compra de apostilas do Sesi por R$ 9 milhões é publicada no Jornal do Município

OAB Sorocaba adere a movimento em defesa da democracia

Prefeitura de Sorocaba abre cadastro para feira de adoção de filhotes na terça-feira

Preso vigilante que participou de roubo dos Correios; assalto resultou na morte de PM

Iara Bernardi denuncia médico do Conjunto Hospitalar de Sorocaba por injúria