Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Fumante com coronavírus tem 14 vezes mais chances de morrer

Foto: Agência Brasil
Postado em: 28/05/2020

Compartilhe esta notícia:

As pessoas fumantes, infectadas com o novo coronavírus (covid-19), têm 14 vezes mais chances de morrer do que as não fumantes. O alerta é da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), que esta semana lançou em seu site uma campanha voltada à conscientização sobre os perigos de fumar. 

 

As informações são da Agência Brasil.

 

“O fato de os fumantes estarem mais propensos às infecções virais e a probabilidade de morte 14 vezes maior quando a covid-19 infecta fumantes, de acordo com estudos realizados, faz deste um bom momento para se pensar em tratamentos antitabagismo”, ressalta o presidente da entidade, João Fernando Monteiro Ferreira.

 

Segundo a associação de cardiologistas, o tabagismo enfraquece o sistema imunológico e torna mais lenta a reação do corpo às infecções. A capacidade pulmonar reduzida, comum em fumantes, também aumenta o risco de desenvolver as formas mais graves das infecções. “Trata-se da principal causa evitável de morte e encurta a vida de homens em dez anos e de mulheres em 12 anos”, disse o presidente da entidade.

 

De acordo com a entidade, o Brasil ocupa o oitavo lugar no ranking mundial de tabagistas, são 7,1 milhões de mulheres e 11,1 milhões de homens fumantes. No entanto, o número de brasileiros que mantém o hábito de fumar caiu 38% nos últimos anos. Em 2019, 9,8% afirmavam ter o hábito de fumar, enquanto em 2006 o índice era de 15,6%.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Número de casos confirmados do novo coronavírus em Sorocaba avança para 398

GCM evita furto em Centro de Educação Infantil

Penitenciária de Sorocaba promove torneios em prol da ressocialização

Urbes comunica que transporte coletivo vai operar na segunda com a tabela de domingo

Mais um novo caso da Covid-19 é confirmado neste domingo em Sorocaba; total chega a 36

Juiz censura pesquisa Datafolha em São Paulo a pedido de Russomanno