Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Doria mantém medidas restritivas da Fase Vermelha

Postado em: 10/03/2021

Compartilhe esta notícia:

O governador João Doria irá manter, no momento, as medidas restritas da Fase Vermelha do Plano São Paulo. Durante coletiva desta quarta-feira (10), o governador apenas atualizou a vacinação contra covid-19, que irá ampliar aplicação de doses a idosos entre 72 e 74 anos de idade a partir de 22 de março. Ele também afirmou que o estado ganhará mais 338 leitos covid, sendo 167 de UTI e outros 171 de enfermaria.


A hipótese aguardada para esta quarta era que o governador anunciasse medidas mais restritivas em horário de funcionamento em atividades essenciais como supermercados, farmácias e postos de combustíveis.


Na atual Fase Vermelha, de restrição máxima, só há funcionamento normal de farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias e hotelaria. Já os comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e entregas por telefone ou aplicativos. A medida segue até 19 de março.

Conforme a coletiva desta quarta, haverá também a retomada da taxa de isolamento social em todo o Estado de São Paulo. 

O Governador que uma pesquisa realizada por cientistas do Instituto Butantan e da USP, no ICB (Instituto de Ciências Biomédicas), comprovou que a vacina Coronavac é eficaz contra novas cepas do coronavírus. O estudo atesta que a vacina do Butantan possui eficácia contra as três novas variantes que circulam no Brasil. 

“Essa é uma excepcional notícia da ciência, mas também para a vida. A vacina do Butantan imuniza os vacinados contra as novas variantes da Covid-19. Essa é mais uma comprovação da qualidade desta vacina, que hoje imuniza nove em cada dez brasileiros em todo o país”, declarou Doria.

Estudos preliminares, realizados pelo Instituto Butantan em parceria com a USP, em pessoas vacinadas, demonstram que a Coronavac é capaz de neutralizar variantes do novo coronavírus. Os dados incluíram amostras de 35 participantes vacinados na Fase III. O estudo completo inclui um número maior de amostras, que já estão em análise. Os resultados completos serão divulgados posteriormente.


3,5 milhões de doses aplicadas


O Estado de São Paulo ultrapassou hoje a marca de 3,5 milhões de doses aplicadas, a maior do Brasil. Desse total, mais de 2,5 milhões foram primeira dose e 933 mil já receberam as duas doses, ou seja, esquema vacinal completo. O total de aplicações em SP é superior à soma de todos os Estados de Nordeste e Sul do país, conforme dados do Ministério da Saúde.


O Governo de SP divulga com transparência as estatísticas da campanha de imunização no link vacinaja.sp.gov.br/vacinometro/. O Vacinômetro aponta, em tempo real, quantas pessoas já receberam a primeira e a segunda dose da vacina, inclusive com dados individualizados para cidade cada cidade. Além disso, a ferramenta também disponibiliza o quantitativo de doses enviadas aos municípios.


Novos leitos

O Governador anunciou nesta quarta a implantação de mais 338 leitos no decorrer de março para atender casos graves de COVID-19 em diferentes regiões do Estado. O objetivo é garantir atendimento aos pacientes graves e fortalecer a rede para enfrentar a elevação das taxas de ocupação no SUS de São Paulo. 


O número contabiliza 171 leitos de enfermaria e 167 de Terapia Intensiva em hospitais estaduais, municipais e vinculados ao SUS, como Santas Casas e serviços filantrópicos. 

Outros 500 novos leitos também foram anunciados no dia 3 de março, incluindo 339 de UTI e 161 clínicos, também com ativação neste mês. O Governo ainda ativará 11 hospitais de campanha que totalizarão mais 280 leitos – 140 de cada tipo.

Antes da epidemia, São Paulo contava com 3,5 mil leitos de UTI e, até abril, terá 9,2 mil leitos UTI SUS, quase o triplo a mais. 

 

 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fiscalização autua clube de futebol por atividade ilegal no Laranjeiras

COVID-19: quando é considerada doença ocupacional?

Internações por covid-19 em hospitais privados aumentam em São Paulo

Detran.SP: maio é o mês de licenciar veículos com placa final 2

Deputados estaduais destinam R$ 325 milhões para combate ao coronavírus em SP

Aparecida tem missa vazia e minuto de silêncio