Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Valentina e o carrapato, alerta aos tutores de cães - veja a coluna de Vanderlei Testa

Arte: VT
Postado em: 18/02/2022

Compartilhe esta notícia:

Sorocaba, Votorantim e Salto de Pirapora tem forte ligação com cachorros, pela indústria de ração animal que se destaca no cenário nacional com a sua marca patrocinando um dos melhores times de futsal do Brasil. Além dessa estratégia, a empresa tem um canil especial de raça para acompanhar deficientes visuais. Um vizinho de casa participa da escola de preparação, cuidando e treinando de um cão até que ele esteja preparado para assumir um tutor. Tenho em casa uma cachorrinha poodle e minha neta outros dois cães. Admiro quem promove associações para doações de cães, que nos finais de semana interagem com a população. Nesta semana, vou usar o espaço para alertar com um fato que pode ser importante aos leitores do jornal Ipanema.

 

Uma historinha real que a vida conta para os avós relatarem aos seus netos. Foi o que aconteceu com um casal de amigos. Um dia distante há sete anos foram até uma cidade da região de Sorocaba para comprarem um filhote de cão labrador. A mamãe tinha 12 filhotes recém-nascidos. Onze machos e uma fêmea. Com seus pelinhos pretos a "menina" encantou nossos olhos. Sentiram desde o primeiro momento que tinha que ser ela a escolhida. Apesar da dona não  querer vender justamente essa cachorrinha, no final acabou cedendo.

 

No caminho de casa o nome dela surgiu: Valentina. Acabou chegando como "Tina". O filhote correu pela casa, encantou a todos que via pela frente e definitivamente amou seus novos donos. O casal deu em reciprocidade o mesmo afeto. Tratou de cuidar com os conselhos da amiga veterinária para que a Tina crescesse forte. A nossa labradora bebê ganhou corpo, estatura e o seu espaço na família. Os filhos do casal amigo e o primeiro neto João  fariam da Tina com seus sete anos  a maior festa se não fosse um inimigo dos cães. O carrapato. Esse danado de bichinho que percorre até três quilômetros pelo chão até encontrar um meio de atacar acabou por pegar a Tina. Nos últimos dias ela passou entre a vida é a morte. Internações, exames e alimentação especial para enfrentar o veneno do carrapato. Meus amigos derramaram lágrimas em presenciar o sofrimento causado na Tina com esse ácaro. Considerado um parasita são parentes das aranhas e escorpiões. No Brasil, em consequência do clima entre nós dizem os especialistas que eles são comuns o ano inteiro. Os mais perigosos são os carrapatos vermelhos e os marrom. Causam anemia. São originários da África. Podem transmitir doenças potencialmente fatais.

 

Diferente do que a crença popular divulga entre gerações os carrapatos não são transmitidos por outros animais como a pomba. Portanto, como aconteceu com a Tina, fique de olho no jardim da sua casa e no chão onde ele circula, pois é aí que o inimigo está à espera do seu animalzinho de estimação. Solidário com meus amigos e torcendo para que a Valentina seja valentona e continue entre nós com seus lindos pelos sedosos pretos a encantar a família, escrevo com alegria que ela já está curada.

 

 

Vanderlei Testa (artigovanderleitesta@gmail.com) Jornalista e Publicitário escreve no www.jornalipanema.com.br

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Defensoria Pública vai à Justiça para agilizar vacinação nos presídios de SP

Motorista de aplicativo é agredido e colocado em porta-malas durante roubo

Araçoiaba da Serra é classificada como Município de Interesse Turístico

Márcio França é alvo de operação da Polícia Civil em SP

Detido por tráfico dá soco em PM e ameaça equipe com pedaço de madeira em Sorocaba

Gratidão a Bento Narcizo por 90 anos de vida - veja a coluna de Vanderlei Testa