Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Tribunal revoga prisão de diretor da Inova que estava na carceragem da PF em Sorocaba

Foto: Reprodução/YouTube
Postado em: 06/05/2021

Compartilhe esta notícia:

A 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região concedeu liminar para revogar a prisão do ex-prefeito de Tietê, Manoel David Korn de Carvalho, preso pela Polícia Federal na Operação Tempestade.

 

A Justiça Federal acatou os argumentos da defesa. “A prisão preventiva, portanto, enquanto medida de natureza cautelar, não pode ser utilizada como instrumento de punição antecipada do indiciado ou do réu, nem permite complementação de sua fundamentação pelas instâncias superiores”, entendeu a Justiça.

 

De acordo com a decisão, para a decretação da prisão preventiva "exige-se" o pressuposto da contemporaneidade “Do contrário, desaparecem as circunstâncias excepcionais que podem justificar a custódia cautelar, que perde seu caráter de urgência”.

 

O ex-prefeito e diretor da Inova, gestora do Parque Tecnológico de Sorocaba, segundo seus advogados, "sempre teve uma reputação ilibada e não possui qualquer mácula em seus antecedentes criminais. A sua atuação, seja no setor público ou no setor privado, sempre se pautou pela ética e legalidade. Desde a deflagração da operação, é possível perceber que a ordem de prisão preventiva é totalmente ilegal, desproporcional e precipitada. Não havia e felizmente o TRF reconheceu que não há qualquer fundamentação que justificasse a medida excepcional de prisão". 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Natal Iluminado inicia dia 25 de novembro com imagem de 10 metros de Cristo

Homem encontrado morto em carro na avenida Ulysses Guimarães foi vítima de assassinato

Mulher é morta por bala perdida quando ia buscar netos na escola em São Gonçalo, no Rio de Janeiro

Sorocaba registra 15.744 recuperados da Covid-19

Jovem nega à polícia ter dado cigarro de maconha a chimpanzé; vídeo

Novembro azul: Brasil irá registrar cerca de 66 mil novos casos de câncer de próstata até o final de 2020