Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Tarcísio de Freitas, pré-candidato ao governo de SP, na JP Sorocaba: "retomar obras paradas" e "Bolsonaro fenômeno"

Foto: reprodução
Postado em: 23/05/2022

Compartilhe esta notícia:

O pré-candidato ao governo de SP pelo Republicanos e ex-ministro do Governo Bolsonaro, Tarcísio de Freitas, disse que em seu projeto de governo, caso eleito, dará continuidade às 1,1 mil obras paradas no estado. Tarcísio também disse considerar o presidente Jair Bolsonaro (PL), "um fenômeno".  


Tarcísio foi entrevistado no Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sorocaba, nesta manhã de segunda-feira (23). Ainda hoje, ele participa de um evento de seu partido, chamado "Republicanos e Amigos", no qual dará palestra. O evento é gratuito e ocorre às 19 horas, no Clube de Campo.


Sobre as eleições, o pré-candidato disse acreditar que subirá nas pesquisas até ser eleito, assim com a reeleição do presidente Jair Bolsonaro. "Entendo que a gente deve ter em São Paulo a produção do que vai acontecer no cenário nacional. O presidente tem um estilo muito próprio. Foi um estilo que o fez e o tornou presidente. Eu considero o presidente um fenômeno. Passamos por crise hídrica, desastre de Brumadinho, a crise econômica. Pandemia. Criamos condições para o Brasil voltar a crescer", disse.


Tarcísio ainda aproveitou para elogiar o prefeito Rodrigo Manga, que o acompanhou na entrevista. "Conversei com várias pessoas. Todo mundo elogia seu trabalho e precisamos ver o que precisa melhorar. Manga é um fenômeno, tem uma alta aprovação. Eu me orgulho muito do Manga", revelou. 

 

O deputado Capitão Derrite também acompanhou Tarcísio nos estúdios da Jovem Pan Sorocaba.

 

Assista na íntegra

 

 

Obras paradas

 

"Nós temos em SP quase 1,1 mil obras paradas. Obras pequenas, mas importantes, como creches. Obras de Unidades de Pronto Atendimento. Se resolvermos casos na atenção primária, deixamos de encaminhar casos para outras instâncias que poderiam ser atendidas nas UPAS. Obras de mobilidade. Obras de grande porte, como a Rodoanel. Quando retomamos obras paradas, geramos compreensão do cidadão que o dinheiro dele está sendo valorizado. Emprego também. As pessoas precisam trabalhar e estar preparadas para oportunidades que possam surgir. O trem gera emprego na construção. Nós temos muitas oportunidades adormecidas. Queremos despertá-las. Despertar essas vocações e a gente gera emprego. A visão do estado. Não podemos imaginar que a pessoa só vai trabalhar naquilo o que começou. Aqui que foi começado há 4, 8 anos, deve ser recomeçado. Mostramos respeito ao cidadão", disse.


Pandemia


Recursos que o Governo Federal havia enviado para SP na área da saúde. "Isso faz parte do jogo político. Se formos pegar o que realmente aconteceu, com a pandemia tivermos um aporte histórico. Tivemos quase 800 bilhões de reais para socorrer estados e municípios. O governo congelou as dívidas. Os estados demoraram dois anos para voltar a pagar juros de dívidas. O governo congelou seus valores num patamar de 2019. Essa ajuda foi muito importante, fora o dinheiro transferido para a área da saúde", disse Tarcísio. 


Segurança pública


Tarcísio comentou também sobre uma fala polêmica sua, que tem a ver com a questão de câmeras utilizadas por policiais em SP. "A questão das câmeras gerou polêmica mas tem uma ordem prática na minha visão. Temos 150 mil condenados que estão perambulando sem nenhum tipo de monitoramento. A reincidência dessas pessoas {à criminalidade] beira 50%. A tornozeleira eletrônica custa R$ 295. A câmera dos policiais R$ 600. Uma troca no mínimo injusta. O policial, com a câmera, sente medo por não ter amparo jurídico. Os servidores querem servir. Precisam, no mínimo, de respaldo. 


Educação


O pré-candidato também disse que olha por projetos de outros estados, como referência a implantar em um possível governo seu. "No estado do Paraná resolveram criar bônus de performance para diretores da escola", defendeu. "Frequência e performance tem muito a ver com o diretor. Interessante o papel de envolver a escola com famílias. Essas boas experiências temos de transplantar", afirmou. 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Sorocaba receberá investimentos em melhorias viárias no corredor para São Paulo

Estado de SP registra queda de 93% de mortes por Covid-19 desde abril

Regiões do Éden e Aparecidinha terão abastecimento de água interrompido no sábado

Órgão dado ao centrão por Bolsonaro tem histórico de corrupção

Idosos de 70 anos ou mais recebem a segunda dose da CoronaVac nesta terça em Sorocaba

Aprovado o primeiro medicamento para tratamento da covid-19 no SUS