Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Supremo Tribunal Federal não julgará pedido de retorno de Crespo à prefeitura durante recesso

Postado em: 08/01/2020

Compartilhe esta notícia:

 

O Supremo Tribunal Federal informou que não irá julgar o recurso de José Crespo durante seu recesso. O despacho foi atualizado nesta última terça-feira (7), no sistema eletrônico do STF. 


Na peça, o prefeito cassado pede para voltar ao seu mandato. 


Conforme o site, "O caso não se enquadra na hipótese de atuação excepcional da Presidência. Encaminhem-se os autos ao gabinete do eminente relator para análise oportuna". Ainda na mesma atualização, consta que o recurso está concluso ao relator, que é o ministro Gilmar Mendes. 


O prefeito cassado de Sorocaba José Crespo (DEM) recorreu ao STF, em 27 de dezembro, na tentativa de retomar seu mandato como prefeito. 


Conforme o site do STF, o ministro Gilmar Mendes ficou com a relatoria do processo. 


A peça menciona o presidente da Câmara de Sorocaba, Fernando Dini (MDB), como "reclamado". No assunto, é descrito "direito eleitoral e processo eleitoral, mandato e cassação de mandato". 


Tentativas negadas


O prefeito cassado de Sorocaba José Crespo (DEM) teve pedido de retorno ao seu mandato negado pelo Tribunal de Justiça. A decisão foi tomada no dia 18 de dezembro, pela 1ª Câmara de Direito Público do TJ.  


Esta foi a quinta derrota de Crespo perante a Justiça. Com a decisão, Jaqueline Coutinho permanece como prefeita.


Na decisão citada acima, o colegiado indeferiu o pedido de concessão da tutela para que o democrata retornasse ao cargo de prefeito. Na peça do processo, Crespo entrou com recurso contra a decisão da juíza Karina Jemengovac Perez, da Vara da Fazenda da Comarca de Sorocaba, que também havia negado sua recondução à prefeitura. 

 

Os advogados de defesa do prefeito cassado pediram a suspensão dos efeitos do Decreto Legislativo nº 1.752/19, referente à sessão da Câmara de Vereadores que cassou seu mandato em agosto desse ano. 

 

O mérito do processo ainda não foi julgado.

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Licença-paternidade estendida favorece vínculo com filho

Espero que não volte o BolsoDoria, diz Eduardo Leite, ao buscar aliados em SP para prévias do PSDB

Carla Zambelli se afasta da Câmara dos Deputados por gravidez

Votorantim retoma aulas nas escolas municipais de forma 100% presencial

Crespo presta homenagem a policial que impediu assalto a supermercado

Cristofobia citada por Bolsonaro em discurso na ONU contradiz dados brasileiros