Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sorocaba pode ficar sem "metade" do transporte público a partir de agosto; STU já dispensa motoristas

Agência Sorocaba
Postado em: 19/05/2020

Compartilhe esta notícia:

A empresa Sorocaba Transportes Urbanos (STU) comunicou oficialmente o Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba que vai deixar de operar o lote 2 do transporte coletivo a partir de 3 de agosto, quando termina o contrato emergencial de prestação de serviço firmado entre a STU e a Prefeitura Municipal de Sorocaba. Sem licitação aberta no momento, a cidade corre o risco de ficar sem operação nas 60 linhas, que atendem em sua maioria bairros das regiões oeste, sul e leste de Sorocaba. 

A Prefeitura de Sorocaba foi questionada no fim da tarde desta terça-feira, mas ainda não se manifestou. O contrato da empresa com a Prefeitura está vencido desde janeiro de 2019. Em 3 de agosto, vence a renovação de 180 dias feita no início de 2020.  

A Prefeitura, por meio da Urbes, tenta licitar, sem sucesso, o lote 2 desde janeiro do ano passado. O edital já foi suspenso 3 vezes pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), e a última tentativa de licitação, em 5 de fevereiro de 2020, foi declarado deserto, quando não há propostas registradas. A partir de então, nenhum novo edital foi publicado.

O Sindicato dos Rodoviários de Sorocaba e Região informou que a STU tem cerca de 800 trabalhadores e muitos têm mais de 20 anos de casa. A empresa já iniciou o processo de desligamento dos funcionários para que a lei trabalhista do aviso prévio seja cumprida corretamente.

O Sindicato dos Rodoviários informa "que irá tomar todas as medidas para assegurar emprego, salário e direitos a todos os trabalhadores na nova empresa".

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Saae anuncia que zonas altas da cidade estão com o abastecimento prejudicado

Quatro são presos por tráfico de drogas em operação contra pancadões em Sorocaba

GCM dá dicas para redobrar a segurança nesse final de ano

Bolsonaro prorroga auxílio emergencial por mais três meses, até outubro

Prefeitura inicia entrega de títulos de propriedade para 182 famílias

Justiça pede acesso a investigações que envolvem Neymar