Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Sindicato dos Médicos pede à prefeitura explicações sobre tratamento precoce contra covid

Postado em: 22/03/2021

Compartilhe esta notícia:

O Simesul (Sindicato dos Médicos de Sorocaba e Cidades da Região) vai protocolar um requerimento, nesta segunda-feira (22), na Secretaria Municipal de Saúde, solicitando detalhes sobre o tratamento precoce contra a Covid-19 anunciado e adotado, nesta sexta-feira (19), pela Prefeitura de Sorocaba.

O presidente do Sindicato, Eduardo Vieira, explica que o mesmo documento vai pedir que os médicos que atendem nas unidades básicas de saúde do município não sejam obrigados a prescrever os medicamentos, já chamados de kit contra o coronavírus.

As reivindicações do Simesul estão embasadas em trabalhos científicos e também em resoluções da Sociedade Brasileira de Infectologia. Estes estudos atestam: os remédios que serão disponibilizados à população não têm efeito frente à doença.

O médico Eduardo Vieira também destaca que a cada cem pessoas infectadas pelo vírus, 85 vão ter sintomas leves. Assim, vão melhorar de qualquer forma, mesmo sem tomar os medicamentos indicados no protocolo da prefeitura.

O presidente do Simesul acrescenta: "Pode parecer que a melhora do paciente resulta do tratamento chamado precoce, o que abre espaço para que outros tratamentos sem eficácia sejam vistos como bons. Isso cria uma falsa sensação de segurança, levando a desrespeito das demais medidas protetivas, como o isolamento social, a higienização com álcool em gel e o uso de máscaras".

Conforme a Secretaria de Saúde de Sorocaba, a prescrição do tratamento precoce da Covid-19 vai contar com Azitromicina e Ivermectina. "O Brasil é um dos poucos países do mundo que ainda está discutindo este tipo de tratamento", conclui Eduardo Vieira.


Manga explica

 

O prefeito de Sorocaba, Rodrigo Manga (Republicanos), disse, no Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sorocaba, em sua última entrevista na sexta-feira, que: "estamos vivendo numa situação de pandemia e existem opiniões divididas para tudo". 

Desde a última sexta (19), os médicos da rede de saúde municipal podem, ao seu critério técnico e de acordo com cada caso individual, prescrever os medicamentos aos pacientes com suspeita da Covid, para iniciar o tratamento de maneira precoce. Os medicamentos podem ser retirados em qualquer uma das UBSs que contam com o dispensário farmacêutico.

A prescrição do tratamento precoce da Covid-19 conta com os seguintes medicamentos: Azitromicina e Ivermectina e, se necessário, conforme orientação médica, também podendo incluir Paracetamol, Dipirona e/ou Metoclopramida. A dosagem tem diferença entre crianças e adultos e será especificada pelo profissional de saúde responsável pelo atendimento, se este assim indicar.


"Já existe portaria do Ministério da Saúde dando esse protocolo. Mas fica a critério do município aderir ou não. É mais uma alternativa, mais uma possibilidade para o tratamento dessa pandemia", afirmou Manga no Jornal da Manhã. "Fica para que o médico decida isso [o tratamento]. Se o paciente quiser fazer, ele faz, se não, não faz [...]. "Toda força é importante, todas as ideias são importantes, pois isso é uma guerra", opinou o prefeito. 

“O objetivo, ainda, é diminuir a letalidade e a complexidade dos casos de Covid-19, evitando internações”, informou o secretário da Saúde, Dr. Vinicius Rodrigues.

Paralelamente, a Prefeitura busca constantemente poder adquirir até 300 mil doses de vacina, com recursos próprios e por meio de parceria com a iniciativa privada. Sorocaba já se prepara para tal aquisição e atualmente ocupa a segunda posição na lista de negociações de compra da vacina Janssen, do grupo Johnson & Jonhson, atrás apenas do município de São Paulo.

Além da Janssen, que é aplicada em dose única, a Prefeitura solicitou orçamento para outras empresas do segmento, a fim de adquirir 300 mil doses da Novavax, 100 mil da Covivac e mais 100 mil da Sinovac, conforme disponibilidade de entrega de cada fabricante.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wobben aplica Reforma Trabalhista e demite em massa

Tribunal condena Caixa por descumprir a Lei de Cotas; multa é de R$ 1 milhão por dia

Como solicitar a credencial de uso das vagas preferenciais

Homem é preso após agredir a própria mãe e a esposa grávida de 7 meses

Jaqueline quer anúncio de Fase Amarela para Sorocaba na sexta-feira

Brasileiro que morre de covid desde maio, morre por falta de vacina, diz ex-presidente da Anvisa Gonzalo Vecina