Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Se nada fizermos poderemos ter apagões, diz Bolsonaro

Postado em: 01/12/2020

Compartilhe esta notícia:

Ricardo Della Coletta, FOLHAPRESS


Citando o nível baixo de represas, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) citou nesta terça-feira (1º) a possibilidade de apagões no Brasil.


"As represas estão níveis baixíssimos. Se nada fizermos poderemos ter apagões. O período de chuvas, que deveriam começar em outubro, ainda não veio. Iniciamos também campanha contra o desperdício", escreveu o presidente, em resposta ao comentário de um usuário no Facebook.


Bolsonaro publicou a mensagem após um internauta escrever que "a conta de luz vai aumentar". A fala do presidente ocorre um dia depois de a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) ter decidido reativar as bandeiras tarifárias nas contas de eletricidade a partir de dezembro. A agência estabeleceu para este mês a bandeira vermelha patamar dois.


Em vigor até então, a bandeira verde não trazia custos adicionais para o consumidor.


Segundo a Aneel, a reativação do sistema de bandeiras tarifárias foi necessária para conscientizar a população sobre o uso racional de energia.


A decisão da agência foi tomada diante do aumento do consumo com a retomada de atividades econômicas.


O patamar dois da bandeira vermelha traz o acréscimo de R$ 0,06243 por kWh (quilowatt-hora ) consumido.


Na semana passada, o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) estimou um aumento de 4,4% da carga de energia do país em dezembro, na comparação anual. A previsão é que as chuvas em áreas de reservatórios fique abaixo da média para o período.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

GCM prende dois traficantes em flagrante no Jd. Maria Eugênia

Manga sugere convocar secretários por explicações sobre medidas ‘antiterrorismo’

Campanha do Agasalho tem mais de 50 pontos de coleta de doação

7 de Maio: Dia do Oftalmologista - Covid-19 afetou pacientes e consultórios

Vídeo mostra "cachoeira" dentro de sala onde ficam recém-nascidos em hospital de Sorocaba

Casos de Covid-19 e mortes crescem mais onde comércio foi reaberto em SP