12 de Abril de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Quem tem uma dose de vacina contra HPV está plenamente vacinado, diz ministério da Saúde

Foto: Divulgação
Postado em: 03/04/2024

Compartilhe esta notícia:

Crianças e adolescentes com idade entre 9 e 14 anos que receberam apenas uma dose da vacina contra o HPV passam a ser classificados pelo Ministério da Saúde, a partir de agora, como plenamente vacinados. A afirmação é do diretor do Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde, Eder Gatti. As informações são da Agência Brasil. 

 

A mudança no esquema vacinal foi embasada por estudos recentes sobre o desempenho da dose e recomendada pela própria Organização Mundial da Saúde (OMS) como estratégia de combate ao câncer de colo de útero, diretamente associado à infecção por HPV.

 

Como parte da estratégia, a pasta pede que estados e municípios façam uma busca ativa por crianças e adolescentes de 9 a 19 anos que não tenham recebido nenhuma dose da vacina.

 

A imunização no Brasil, atualmente, é indicada para meninos e meninas de 9 a 14 anos; vítimas de abuso sexual de 15 a 45 anos (homens e mulheres) que não tenham sido imunizadas previamente; pessoas que vivem com HIV; transplantados de órgãos sólidos e de medula óssea; e pacientes oncológicos na faixa etária de 9 a 45 anos.

 

O HPV é considerado atualmente a infecção sexualmente transmissível mais comum em todo o mundo e o principal causador do câncer de colo de útero. A estimativa do ministério é que cerca de 17 mil mulheres sejam diagnosticadas com a doença no Brasil todos os anos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Trânsito na região do Campolim é alterado para realização da Festa Japonesa

Prefeitura e Procon estudam alteração na legislação para coibir filas fora de agências bancárias

Quem quer ser um milionário? Mega-Sena pode pagar R$ 95 milhões hoje

GCM flagra carreta fazendo zigue-zague pela Avenida Ipanema e detém motorista

Abertura do comércio, decoração natalina e exposição de bordados - veja a coluna de Vanderlei Testa

Polícia Civil estoura fábrica clandestina de cigarros; dez paraguaios são presos