Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeitura inicia limpeza de desapropriações para viaduto de R$ 19,9 milhões na Zona Norte

Agência Sorocaba
Postado em: 25/11/2020

Compartilhe esta notícia:

Começou na manhã desta quarta-feira (25) o trabalho de remoção do entulho resultante da derrubada dos imóveis desapropriados para a construção do viaduto que interligará as avenidas Edward Fru-Fru e Ulysses Guimaraes, na Zona Norte da cidade. Executada pela empresa Jofegê Pavimentação e Construção Ltda, a obra da Prefeitura de Sorocaba está orçada em R$ 19,9 milhões e foi viabilizada por meio de financiamento junto ao Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Com conclusão prevista para 12 meses, o viaduto terá extensão de 390 metros e largura de 16,90 metros, com quatro pistas de tráfego. Hoje, o trânsito de acesso à avenida Ulysses Guimarães, a partir da avenida Edward Fru-Fru, acaba passando pela avenida Itavuvu sem nenhuma ligação contínua, o que cria um gargalo na região da Estação de Integração Itavuvu do BRT.

Além da remoção do entulho dos imóveis desapropriados, a construtora também iniciou a terraplanagem desses terrenos que deixarão espaço para o sistema viário do local. O espaço ainda contará com a estrutura de suporte aos trabalhadores da obra como escritório, depósito de materiais e refeitório. A CPFL, concessionária de energia elétrica, já realizou os estudos necessários para realocação dos postes, medida essencial para dar sequência nas próximas etapas da obra.

A implantação do elevado deverá eliminar 50% do volume veicular nessa interseção, proporcionando melhores condições operacionais no local. Com isso, a circulação entre o Centro e a região da Zona Norte será beneficiada. Além disso, em paralelo ao viaduto, deverá ser construída uma área de convivência para uso da comunidade local, conforme projeto de reordenamento urbanístico da área.

Programa Ambiental e de otimização viária
A construção dos novos viadutos na Zona Norte de Sorocaba, nas imediações das avenidas Itavuvu e Ipanema, está integrada ao Plano Diretor do Município com o objetivo de expansão do sistema viário e criação de uma nova opção de interligação para realização dos deslocamentos diários, principalmente para o transporte coletivo. Com isso, é esperada uma redução nos tempos de viagem entre as regiões, contribuindo para melhorar o trânsito e a mobilidade urbana da cidade.

O programa contempla ainda a implantação da chamada Marginal do Córrego Itanguá, da rua Luiz Mendes de Almeida até a Adão Pereira de Camargo, inclusive com a implantação de ponte sobre o córrego, na avenida Américo Figueiredo. A abertura da via servirá de interligação da avenida Luiz Mendes de Almeida com o prolongamento da avenida General Osório, formando um corredor de acesso da região oeste a área central da cidade.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

OMS pede cancelamento de festas de Natal devido ao avanço da Ômicron

Adolescente morre ao pular do 4º andar após fugir de abordagem policial

Congresso pode votar proposta de Orçamento nesta terça, com salário mínimo de R$ 1.031

Caixa inicia pagamento do ciclo 2 do auxílio emergencial; veja calendário

Irmão de Ciro chama petistas de babacas e diz que partido merece perder

Auditores agropecuários federais são alvos de operação da Polícia Federal