Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Prefeitura de Sorocaba transforma “minicracolândia” em pista de bicicross

Foto: Michelle Alves / Secom Divulgação
Postado em: 03/07/2021

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Serviços Públicos e Obras (Serpo), está transformando uma área pública, localizada no Conjunto Habitacional Júlio de Mesquita Filho, na Zona Oeste de Sorocaba, em espaço para a prática de bicicross. O terreno, entre as ruas Orsini Diniz Camargo e José da Silva, antes, era usado como ponto de descarte clandestino de entulho e de consumo de drogas.

 

“Isso aqui era um matagal, uma verdadeira ‘minicracolândia’ e, agora, dará lugar a um espaço de convivência e de prática esportiva. Será uma verdadeira escola gratuita de ensino de bicicross e formação de pilotos, inclusive, para competições”, destacou o prefeito Rodrigo Manga, que visitou o local na tarde desta sexta-feira (2), acompanhado de secretários municipais e do presidente da Câmara, Cláudio Sorocaba.

 

As intervenções paisagísticas tiveram início na última semana, com a terraplanagem da área e a estruturação da pista. “O equivalente a mais de 160 caminhões de terra já foram trazidos para cá. O material foi retirado de outras obras públicas em andamento. Estamos fazendo tudo por aqui com maquinário próprio”, disse o secretário de Serviços Públicos e Obras, Darwin José Rosa.

 

O mecânico e ex-piloto de bicicross Antônio Antunes, 41 anos, foi quem teve a ideia de montar a pista e, atualmente, está responsável em dar as orientações técnicas para definição de trajeto e obstáculos, para que as equipes da Prefeitura executem os serviços.

 

“Tive um primeiro contato com o João Alberto Correia Maia, que é o Controlador-Geral da Prefeitura. Informei que já tinha começado a montar uma pista na Zona Oeste, mas que não tinha infraestrutura para isso. Pedi apoio e, hoje, este sonho está se tornando uma realidade, em parceria com o Poder Público, coisa que eu jamais acreditaria que pudesse ocorrer”, destacou.

 

O projeto prevê a construção de pistas que atendam quatro modalidades de bicicross: uma de corrida, outra de saltos, uma para crianças e um trecho asfaltado. Em uma área de mata, ao lado, ainda foi aberta uma trilha, para os adeptos de montain bike, com o cuidado de não remover nenhuma árvore.

 

“As pistas nem estão prontas e já temos atraído adeptos de bicicross a cada fim de semana, inclusive vindos de outras cidades. Tenho a certeza de que, em breve, serão ainda mais esportistas”, acredita Antônio. O objetivo dele é que o projeto social atenda a todos os públicos, desde aquele que queira aprender a andar de bicicleta, até profissionais que necessitam de espaço para treinamento.

 

A vizinhança está apoiando a iniciativa. Exemplo é a aposentada Elizabete Mateus, 62 anos, que mora há 30 anos no bairro, bem ao lado da área onde a pista de bicicross está sendo construída. “Aqui, era só polícia e usuários de drogas. Agora, dá até gosto ver no que está se transformando a área. Tem muito jovem, adulto e criança se divertindo. Virou um espaço de lazer espetacular”, comentou.

 

O prefeito Rodrigo Manga enfatizou que o projeto social terá todo o apoio da Administração Municipal e que a meta é dotar o local de completa infraestrutura. “A equipe da Serpo fará um levantamento de custos para instalação de calçadas, banheiros e para cercar a área. Vamos buscar o apoio da iniciativa privada para viabilizar essa e outras melhorias”, complementou.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

"Sou um governador gay, e não um gay governador", afirma Eduardo Leite

Bolsonaro cumprimentou apoiadores em NY mesmo após saber de infecção de Queiroga

Incêndio atinge maior fabricante de vacinas contra a Covid-19 na Índia

Dini condena estudos da Prefeitura para cortar adicional noturno de Guardas Civis

Comissão processante que investiga vice-prefeita realiza oitiva nesta quarta

Manga anuncia novos leitos na UPH Zona Oeste e punições mais severas para festas clandestinas