20 de Julho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Irmãos são presos após serem flagrados com porções de cocaína e arma de fogo

Foto: divulgação/SSP
Postado em: 12/11/2020

Compartilhe esta notícia:

A Polícia Civil prendeu um homem, de 20 anos, e sua irmã, de 25, após localizar 185 porções de entorpecentes e uma arma na residência em que moram, na cidade de Itu, na região de Sorocaba. A ação aconteceu na última segunda-feira (9).
 
 
Equipes do Setor de Investigações da cidade descobriram que a dupla era responsável pelo fornecimento de substâncias ilícitas que eram vendidas na região. Diante disto, foram até o imóvel onde os irmãos residem para verificar as informações.
 
 
Na casa, localizada na rua Sueli Aparecida Costa, os policiais civis encontraram a suspeita, que confessou a existência de drogas no local, mas alegou não saber onde estavam. O mesmo ela falou sobre uma suposta arma, de propriedade do seu irmão. 
 
 
Após vistorias no imóvel, os agentes localizaram um revólver calibre 32 e uma balança de precisão. Para encontrar os entorpecentes, a equipe foi até o local de trabalho do irmão da suspeita, onde ele foi abordado e confirmou ser responsável pela arma. O homem também indicou uma mochila que estava no fundo da casa, onde foram encontrados 185 porções de cocaína. 
 
 
Todo o material localizado foi encaminhado à perícia e R$ 200, encontrados com o suspeito, recolhidos.
 
 
Os irmãos foram presos em flagrante e levados ao plantão policial do município, onde foram indiciados por tráfico e associação para o tráfico de drogas e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Estação de Tratamento de Esgoto Pitico está sendo ampliada; obra pode durar 30 meses

Combate aos "Pancadões" de Sorocaba vira tema de reunião entre Jaqueline e subprefeito de SP

GCM de Sorocaba apreendeu quase 15 mil porções de drogas em junho

Polícia trata queda de menina como “acidente” e “abandono de incapaz”

Romero Britto diz que mulher que quebrou sua obra pôs pessoas em risco, e nega desrespeito

Moradores da região do Aparecidinha “pescam” em buracos de rua