Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

PM, Prefeitura e Urbes fazem nova ‘varredura’ na região da Feira da Barganha

Postado em: 06/01/2019

Compartilhe esta notícia:

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Civil, e da Urbes – Trânsito e Transporte, foi acionada mais uma vez pela Polícia Militar (PM) para dar apoio à nova operação ao desestimulo da prática de ilicitudes na região da Feira da Barganha, Zona Norte de Sorocaba, neste domingo (6).

A ação, mais uma vez sigilosa, ficou concentrada na Alameda do Horto. A Guarda Civil Municipal (GCM), Fiscalização e agentes de trânsito deram o apoio à operação, com o trabalho de fiscalização de motoristas e vendedores de produtos de origem duvidosa.

De acordo com a PM, esta é mais uma fase da operação, que visa minimizar as constantes reclamações da comunidade, decorrentes do comércio irregular de produtos de origem ilícita e obstrução de vias públicas, tais como ocupação indevida de calçadas e canteiro central, na região onde ocorre a “Feira da Barganha”, onde já foi percebida redução das irregularidades neste domingo.

Foram feitas abordagens de pessoas suspeitas pela polícia, fiscalizados veículos dos quais seis foram recolhidos ao pátio, sendo lavrados 15 autos de infração de trânsito pela Urbes, e apreendidas bebidas e outros produtos comercializados de forma irregular na via pública pela Fiscalização da Prefeitura. Após a operação, a PM prosseguiu realizando bloqueios nas vias próximas.

A Prefeitura de Sorocaba reitera que o local onde é realizada a feira passará por uma revitalização. O objetivo é melhorar as condições de estrutura, e regularizar o comércio e a atividade desses profissionais que há anos trabalham na localidade.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Paralimpíada tem 300 inscritos aos jogos

PM intensificará ações após imagem de homem com metralhadora em praça

Acidente na Raposo Tavares deixa dois feridos; helicóptero Águia foi acionado

Mulher de 31 anos é encontrada morta dentro de quarto de motel

Inscrito no Bolsa Família pode contestar auxílio emergencial negado

Com dados novos, SP estuda antecipar meta da vacinação de adultos outra vez