Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Parque Tecnológico de Sorocaba estabelece parceria de cooperação com a Federação das Indústrias do Paraná

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 22/07/2021

Compartilhe esta notícia:

O presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS), Nelson Tadeu Cancellara, recebeu a visita do vice-presidente da FIEP (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), Marcus Friedrich Von Borstel, na manhã desta quarta-feira (21). No encontro, eles discutiram a possibilidade de estreitar relações entre o PTS e a instituição representativa das indústrias daquele estado, bem como realizar a troca de experiências nas áreas de tecnologia e inovação.

 

De acordo com Nelson Cancellara, a reunião abriu a possibilidade de promover o networking com as cidades paranaenses. “Sempre buscamos parcerias, pois, somando pessoas, conseguimos fortalecer o conhecimento e isso deve ser ampliado a outros estados e regiões”, afirma o presidente do PTS. “Londrina, por exemplo, tem uma área de Tecnologia da Informação (TI) bastante expressiva e que pode nos trazer muitos benefícios. Por outro lado, o PTS pode contribuir com seu desenvolvimento e solidez para servir como exemplo ao Parque Tecnológico de Londrina, que está em fase de finalização e começa a operar em setembro”, acrescenta.

 

Para Von Borstel, a troca de informações é de grande valia. “Londrina conta com o TI Paraná e estamos formando uma Organização Social que vai trabalhar dentro do Tecnocentro, ou seja, como teremos uma estrutura muito parecida com a deste centro de tecnologia, que também é administrado pelo município, o Parque Tecnológico de Londrina quer se espelhar neste case de sucesso, entendendo e compartilhando as boas práticas de trabalho”, detalha.

 

Ao fim do encontro, que contou ainda com a presença do diretor jurídico da Inova Sorocaba, agência gestora de inovação do PTS, Giuliano Guerato, o vice-presidente da FIEP afirmou que levará às cidades paranaenses a proposta de novas parcerias. “Acredito que a troca de informações e conhecimento sobe tecnologia será positiva para todos. Nossa forma de trabalhar no PTS é muito transparente e valorizamos essa possibilidade de novos caminhos e parcerias, que, com certeza, contribui para nossa melhoria contínua”, conclui Cancellara.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Senador apresenta voto pela rejeição da indicação de Kássio Nunes ao STF

Em 12 estados, eleição de governador foi decidida no primeiro turno

Nova crise de Bolsonaro com a China ameaça superávit recorde com Pequim

Apesar de fala de Bolsonaro, Anvisa mantém regra restritiva para receita de cloroquina

Pessoas que tiveram covid-19 podem ser reinfectadas, diz Fiocruz

“Se foi ilegal, a gente vê lá na frente”, diz Bolsonaro sobre chefe da Secom