Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

“Operação Ferro-velho” interdita estabelecimento no Jardim Piratininga e notifica outros dois

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 04/05/2022

Compartilhe esta notícia:

Mais uma ação da “Operação Ferro-velho” foi realizada na cidade de Sorocaba, desta vez na manhã de hoje, terça-feira (3). Três estabelecimentos foram vistoriados e um deles, no Jardim Piratininga, foi multado e interditado. Este último, na ação de fiscalização de ontem (2), já tinha sido notificado pela Prefeitura e teve constatada prática de crime de receptação de materiais furtados.

 

Os outros dois pontos, um na Vila Rica e outro no Jardim Faculdade, foram notificados, devido a irregularidades administrativas. Durante as abordagens, um homem, que era procurado pela Justiça, também foi preso.

 

A operação integrada reuniu oito Guardas Civis Municipais (GCMs), oito Policiais Militares (PMs) e 16 agentes da Prefeitura de Sorocaba, dos setores de Fiscalização, da Secretaria de Urbanismo e Licenciamento (Seurb); da Zoonoses, da Secretaria da Saúde (SES); e da Secretaria de Serviços Públicos e Obras (Serpo). A coordenação coube à Secretaria do Gabinete Central do Executivo.

 

Simultaneamente, as equipes vistoriaram os três pontos nesta terça-feira. A autuação e interdição do ferro-velho localizado no Jardim Piratininga ocorreu por desvio de finalidade, uma vez que, na segunda-feira (2), o responsável e mais um funcionário do estabelecimento foram indiciados e presos por receptação. Naquela ocasião, mais de 150 quilos de fiação e outros objetos, todos sem procedência, foram apreendidos no local.

 

“Em virtude dos materiais apreendidos, confirmou-se o desvio de finalidade, pois o local era usado para receptação de material ilícito. Voltamos para dar continuidade à ação, pois, no dia anterior, a única ação que coube legalmente foi a notificação para encerrar as atividades temporariamente, pois operava sem nota fiscal ou livro contábil para discriminar compras e vendas”, explica Juliana Souza, chefe da Seção de Fiscalização de Publicidade e Propaganda da Seurb.

 

Os responsáveis pelos outros dois estabelecimentos vistoriados foram notificados e orientados pela Seurb, sobre resoluções e leis que disciplinam o funcionamento do comércio, assim como pela Serpo, quanto à falta de projeto das instalações. Agentes da Zoonoses fizeram a dedetização do espaço, devido à constatação de recipientes com água parada, em ambos os endereços.

 

Durante a operação, ao todo, 21 pessoas foram abordadas pela PM, para averiguação. O homem que foi preso em flagrante, de 37 anos de idade, era procurado por não pagamento de pensão alimentícia e estava no estabelecimento localizado no Jardim Faculdade. Ele foi encaminhado à Delegacia Participativa de Polícia (DPP) da Zona Norte.

 

Ainda durante a operação, em uma área verde nas proximidades desse último local fiscalizado, a equipe da Saúde identificou um homem, de 45 anos, com sintomas de tuberculose, que foi encaminhado pelo Samu à Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Éden, para receber os devidos cuidados médicos.

 

“Mais operações, como essa, continuarão sendo realizadas em determinados pontos da cidade, como forma de combater a venda de materiais ilícitos oriundos de furto e o crime de receptação, bem como para identificar outras irregularidades, tanto do ponto de vista criminal, como administrativo”, alerta João Alberto Corrêa Maia, secretário da Secretaria do Gabinete Central.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

72% dos passageiros avaliam como "positivo" o sistema BRT em Sorocaba, diz pesquisa

VÍDEO: gestor da Santa Casa diz que hospital pode fechar a qualquer momento

Inscrições para vagas em creche em Sorocaba já estão abertas; prazo segue até o dia 15 deste mês

Leroy Merlin oferece descontos para profissionais da linha de frente em meio a pandemia

A rotina do trabalho

Governo oficializa saída de Chico Rodrigues da vice-liderança