19 de Maio de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Ônibus que tombou com torcedores do Corinthians estava irregular

Foto: Agência Brasil.
Postado em: 21/08/2023

Compartilhe esta notícia:

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou na tarde deste domingo (20) que o ônibus que transportava torcedores do Corinthians e sofreu acidente na Fernão Dias não possuía registro e não tinha autorização para realizar transporte interestadual de passageiros. O acidente deixou 7 pessoas mortas.  

 

As informações são da Agência Brasil.

 

“A Agência informa que o veículo envolvido, de placa LPH3885, não possui registro nem autorização para realizar o transporte interestadual de passageiros, portanto a viagem é considerada irregular”, disse, em nota, a ANTT. 

 

O ônibus com 48 torcedores do Corinthians sofreu um acidente na BR-381 (Fernão Dias), na madrugada de hoje, no município de Brumadinho (MG), e deixou 7 mortos. Segundo a concessionária da rodovia, a Arteris, o ônibus adentrou uma curva e chocou-se contra o talude, a barreia de proteção, e na sequência tombou. 

 

Os feridos do acidente foram levados para quatro hospitais da região, segundo o Corpo de Bombeiros: o Hospital Municipal de Betim (MG); o Hospital Municipal de Oliveira (MG); o Hospital João 23, em Belo Horizonte; e o Hospital Municipal de Contagem (MG), onde está a maior parte das vítimas feridas. Já os corpos dos sete torcedores mortos no acidente foram levados ao Posto Médico-legal de Betim (MG). 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Parque Aquático ficará na Zona Norte de Sorocaba, revela Manga 

Moro critica ataques à Lava Jato, e Bolsonaro diz ter hoje um ministro ‘muito melhor’ na Justiça

Mourão diz que culto é diferente de balada e que, com máscara e distanciamento, há condições de acontecer

Após causar mortes, tempestade de verão vai persistir nos próximos dias em SP

Polícia troca cúpula da Seccional; novo titular já chefiou operações envolvendo políticos em Sorocaba

Prefeito de Salto de Pirapora muda de partido