Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Obras do viaduto da J.J. Lacerda avançam; vigas são montadas no antigo Matadouro

Alexandre Lombardi / Agência Sorocaba
Postado em: 13/01/2020

Compartilhe esta notícia:

As obras de implantação efetiva do viaduto de ligação das avenidas Ipanema com a José Joaquim de Lacerda, uma das mais importantes obras viárias da cidade, estão sendo intensificadas. Orçadas em R$ 10 milhões, atualmente as obras se concentram na execução das fundações, assim como a montagem das armações das vigas pré-moldadas que comporão o viaduto. Viabilizada por meio de financiamento com o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), a obra faz parte do corredor de transporte coletivo – BRT, do eixo Norte/Sul.

Do total de 30 vigas previstas para a obra, as armações de 25 já foram finalizadas. Elas estão sendo produzidas na área onde funcionava o prédio do antigo Matadouro Municipal, no Jardim Brasilândia. Nesta segunda-feira (13), a empresa recebeu os arcos das vigas pré-moldadas.

À medida em que forem ficando prontas, as vigas de concreto permanecerão armazenadas na área do antigo Matadouro, até que seja o momento de transportá-las até o canteiro de obras da JJ Lacerda, que deverá estar com os pilares de sustentação concluídos. De acordo com o secretário de Relações Institucionais e Metropolitanas (Serim), Flávio Chaves, cuja pasta é responsável pelo gerenciamento do contrato e acompanhamento das obras, as intervenções devem durar cerca de 10 meses. As ações no local tiveram início no dia 30 de outubro do ano passado e seguem dentro do cronograma previsto.

A implantação do viaduto, projetado para proporcionar a ligação direta entre as avenidas Ipanema e JJ Lacerda, deverá eliminar 60% do volume de veículos na interseção, que hoje é disciplinado por um grande número de semáforos. Com o viaduto pronto, muitos dos conjuntos semafóricos não serão mais necessários ali, proporcionando uma maior fluidez ao trânsito.

Com isso, a circulação entre o Centro e a região da Zona Norte será beneficiada, e as condições locais favoráveis para a implantação do “Corredor de BRT – Norte/Sul”. Atualmente, conforme já destacado, a referida interseção é considerada como ponto crítico, pois conta com as passagens dos cruzamentos em nível. Nos horários de pico é comum a formação de longas filas de veículos aguardando a abertura dos semáforos para que possam acessar seus destinos.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

12 pessoas em situação de rua aceitam auxílio e são acolhidas para atendimento no SOS

Kit merenda será distribuído para todos os 60 mil alunos da rede municipal, anuncia Manga

Um em cada dois pacientes internados com Covid tem complicações, mostra estudo

Idoso de 88 anos é espancado por trio durante roubo a residência em Cerquilho

Queimada em terreno perto de escola faz estudantes passarem mal com fumaça

Incêndio na boate Kiss completa oito anos sem julgamento dos réus