Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

“Nunca fui tão humilhada”, desabafa mulher vítima de tiro de choque de GCM

Postado em: 03/11/2018

Compartilhe esta notícia:

A mulher que levou um tiro de arma de choque de um Guarda Civil Municipal dentro do Pronto Atendimento do Laranjeiras, neste sábado (3), por reclamar da demora no atendimento, desabafou em uma nova transmissão ao vivo pelo Facebook. Assista abaixo

Na curta gravação, Célia Ramos revela ter deslocado o joelho na confusão e chora. “Nunca fui tão humilhada na minha vida por mostrar a verdade. Não se calem, mesmo se levarem tiro como levei, não se calem, não tenham medo, pois ainda existem pessoas boas”, desabafa.

Ainda abalada, Célia declara que tenta se recuperar do episódio, o qual considerou “uma vergonha”. “Vou levar esse caso à frente. O povo está sendo judiado. Isso não pode ficar assim”.

Assista – clique aqui para ver o link original

O caso

Célia aguardava na unidade de saúde para ser atendida, por volta das 14 horas deste sábado, quando iniciou uma transmissão ao vivo pelo Facebook para reclamar da demora no atendimento. No vídeo, ela acessa as salas em que ficariam os médicos e mostra os locais vazios. Ela reclama que não há profissionais o suficiente para atender os pacientes que aguardam por atendimento. “Estou no P.A Laranjeiras passando super mal. Já me informei na frente. Era para ter quatro médicos de plantão. Já visitei todas as salas. Olha isso. Cadê os vereadores para verem uma coisa dessa? Um absurdo desse? Pessoas passando mal”, reclama.

Por volta dos 5 minutos do vídeo, um homem, provavelmente médico, aparece e a chama de “louca”. Em seguida, aparece um Guarda Civil Municipal. “A senhora está provocando”, afirma o guarda. “A senhora precisa procurar a prefeitura. Quem a senhora pensa que é para gritar?”, continua ele. Logo em seguida, ele aumenta o tom de voz e exige que ela desligue o celular. Ela recusa e então é atingida pela arma de choque e cai na sequência. A mulher chora de desespero afirmando que a arma acertou sua hérnia.

O caso foi registrado no Plantão Policial Norte.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Isolamento social em Sorocaba se mantém em 43%; no Estado, número sobre para 49%

Suspeito de homicídio usa criança como escudo e é preso após perseguição policial

DPVAT será até 85,4% menor em 2020, anuncia Conselho Nacional de Seguros Privados

Votorantim confirma mais três óbitos por covid-19 nesta segunda-feira

Mulher de 31 anos é encontrada morta dentro de quarto de motel

Bolsonaro é alvo de panelaço pelo terceiro dia seguido