Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Não haverá vacinação contra a gripe na próxima segunda, diz prefeitura

Foto: Agência Sorocaba
Postado em: 04/04/2020

Compartilhe esta notícia:

 

A vacinação contra a gripe não ocorrerá na próxima segunda-feira (6) no Lar São Vicente de Paulo (onde funcionou o sistema drive thru) e nos 33 postos de vacinação que já foram utilizados na campanha deste ano. A situação ocorre, pois Sorocaba aplicou todas as 20 mil doses que dispunha nesta sexta-feira (3). De acordo com a Prefeitura de Sorocaba, há a previsão de que novas doses cheguem à cidade na próxima semana e a vacinação nos 34 pontos possa ser retomada.

Segundo a Vigilância Epidemiológica Municipal, já foram aplicadas 48.663 doses no município, de acordo com dados da cobertura vacinal da última quarta-feira (1). A meta da vacinação é de 90% do público-alvo de 206.602 munícipes; ou seja, 185.942 pessoas que pertencem aos grupos indicados da campanha devem ser vacinadas.

Até o momento, 62,5% dos idosos e 42,45% dos profissionais da saúde, já foram imunizados na cidade. Em relação aos membros das forças de segurança e salvamento, a cobertura atingiu 1,35%.

Etapas da campanha

Nesta primeira etapa, iniciada no dia 23 de março, apenas os idosos e profissionais da área da saúde e membros das forças de segurança e salvamento devem procurar um dos locais de vacinação na cidade. Já na segunda etapa, que terá início no dia 16 de abril, além do grupo anterior, deverão se vacinar professores, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Na terceira e última etapa da vacinação, que inicia no dia 9 de maio, além dos grupos anteriores, deverão ser vacinadas crianças de seis meses a cinco anos e 11 meses, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), funcionários do sistema
prisional e adultos de 55 a 59 anos. A campanha vai até o dia 22 de maio.

Vale ressaltar que a vacina não imuniza contra o novo coronavírus (COVID-19). A composição da vacina é estabelecida anualmente pela OMS (Organização Mundial de Saúde), com base nas informações recebidas de laboratórios de referência sobre a prevalência das cepas circulantes. A recomendação sobre a composição da vacina ocorre no segundo semestre de cada ano, para atender às necessidades de proteção contra influenza no inverno do Hemisfério Sul. No Brasil, a composição da vacina foi divulgada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na Resolução Nº 2.735. A vacina influenza trivalente que será utilizada na campanha tem a seguinte composição: A/Brisbane/02/2018 (H1N1)pdm09, A/South Austrália/34/2019 (H3N2) e B/Washington/02/2019 (linhagem B/Victoria).

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro debocha de Anitta por pedir a Lula legalização da maconha

Bolsonaro compara valor de ICMS de combustível a estupro

Doria deixa Bolsonaro em segundo plano e aposta em antipetismo ao se inscrever em prévias do PSDB

Após protestos, Bolsonaro pretende intensificar polarização com PT

Bolsonaro sanciona lei que permite a policiais conceder medida protetiva a vítima de violência

Estudo aponta como redes sociais podem retardar disseminação de desinformação