Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Morre a psicanalista Márcia Frati, diretora da ANEP, aos 55 anos

Foto: Reprodução
Postado em: 25/03/2021

Compartilhe esta notícia:

Morreu de falência múltipla de órgãos, nesta quinta-feira (25), a psicanalista Márcia Frati, aos 55 anos. Ela era diretora da ANEP (Associação Nacional de Estudos Psicanalíticos) desde 2008. Deixa os filhos Bruno e Rafaela, e o marido Rubens.


O velório ocorrerá na Ossel de Votorantim, das 11h às 13h desta sexta-feira (26), e o sepultamento será no cemitério São João Batista.

 

Márcia nasceu em uma família de imigrantes, conservadora, que preservava a cultura da autoridade através do medo, onde os pais se impunham como modelo de respeito através da agressividade. Tornou-se uma criança insegura, introvertida e sempre buscando a aprovação dos outros, pois o medo da represália era grande.

 

Formou-se aos 19 anos em Educação Física, atendendo a sua paixão por esportes, porém, no decorrer do tempo percebeu que as emoções e os sentimentos influenciavam muito na performance dos atletas, o que despertou sua curiosidade para o universo das emoções.

 

Formou-se em 2007 em Psicanálise e logo após montou sua própria escola, onde além do curso de Formação, ela ministrava outros cursos voltados para a área das emoções, e ainda realizava seus atendimentos pessoais.

 

Com o conteúdo ensinado nessa nova formação, elaborou algumas técnicas e as aplicou na educação dos seus filhos “Quando enquanto pais, a gente respeita o modelo de individuação dos filhos, quando a gente percebe e respeita cada fase que eles estão passando, eles conseguem emocionalmente equilibrar-se e se tornar mais saudáveis emocionalmente falando. Hoje eu consigo perceber que meus filhos são muito mais saudáveis emocionalmente, do que eu era na idade deles", dizia Marcia.

 

No decorrer dos seus atendimentos pessoais, percebeu a imensa demanda de pais buscando auxílio com seus filhos. Foi aí que resolveu criar um Programa, baseando-se nas técnicas que ela aplicou com seus próprios filhos, um conteúdo específico para esses pais, com o intuito de ajuda-los a passar por todas as fases da vida de seus filhos.

 

Daí surgiu o Programa Pais Empoderados, Filhos Equilibrados. Desde então, seu foco tinha sido ajudar a maior quantidade de pais que pudesse, fortalecendo seu relacionamento com seus filhos, um relacionamento forte o suficiente, construído na base da confiança, da lealdade, do amor e, principalmente, do respeito.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ouvidoria da Prefeitura de Sorocaba atenderá o munícipe nas Casas do Cidadão

Quatro morrem carbonizados em acidente na Raposo; duas vítimas são crianças

Último programa eleitoral tem ataque entre presidenciáveis

MEC determina retorno das aulas presenciais nas universidades federais a partir de janeiro

Diagnóstico de Covid em crianças dispara em hospitais de São Paulo

Controle de perdas: geofones auxiliam na detecção e eliminação de vazamentos