Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Manga e Jaqueline trocam ´farpas´ e acusações durante atos de campanha

Postado em: 10/10/2020

Compartilhe esta notícia:

As eleições municipais 2020 registraram uma troca de acusações neste sábado (10), em Sorocaba. Enquanto o candidato a prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) acusa a atual prefeita Jaqueline Coutinho (PSL) de ter agredido sua equipe, a também candidata nega o ato e classificou as acusações como sendo falsas. 

 

Segundo Manga, que inclusive fez uma transmissão ao vivo para criticar a equipe de campanha da atual prefeita, enquanto o grupo do candidato "era recebido pela população nas ruas do bairro da Vila Helena, membros da equipe da candidata Jaqueline Coutinho apareceram no local e impediram a passagem dos veículos, além de agredir verbalmente integrantes da equipe de Manga".

 

Por outro lado, Jaqueline rebate e afirma que "em nenhum momento participou de qualquer ato de violência, e muito menos solicitou que isso fosse feito contra apoiadores do candidato do Republicanos". Continua a prefeita: "inaceitáveis acusações falsas e caluniosas". 

 

Em sua nota, Jaqueline afirma que "irá entrar com uma representação na Justiça Eleitoral contra o candidato Rodrigo Manga, solicitando exclusão imediata do vídeo calunioso publicado em suas redes sociais bem como o direito de resposta às acusações."

 

Entenda ambos os lados

 

Posicionamento do Manga

 

"Na manhã deste sábado (10), enquanto a caminhada e carreata do candidato a prefeito Rodrigo Manga (Republicanos) era recebida pela população nas ruas do bairro da Vila Helena, membros da equipe da candidata Jaqueline Coutinho apareceram no local e impediram a passagem dos veículos, além de agredir verbalmente integrantes da equipe de Manga.

 

Rodrigo Manga, que estava ao microfone no minitrio, repetiu várias vezes para que sua equipe mantivesse a calma e não reagisse às agressões em momento algum. Ninguém reagiu aos insultos, gestos obscenos e ameaças. Tudo isso aconteceu sob o olhar do secretário de governo de Jaqueline, do ex-secretário de cultura e assessores, que assistiram a tudo sem fazer nada. 

 

Manga estava na companhia de amigos, apoiadores, populares, da esposa, Sirlange, e do filho Enrico, de 3 anos.


“Não reagimos em nenhum momento. Nossa resposta, da população sorocabana que está cansada de tanto descaso, será dada nas urnas no dia 15 de novembro”, afirmou Manga, que fez uma live em seu Facebook, registrando o ocorrido."

 

Posicionamento de Jaqueline

 

"Inaceitáveis as acusações falsas e caluniosas proferidas pelo candidato Rodrigo Manga (Republicanos). Jaqueline Coutinho cumpria tranquilamente sua agenda no local acompanhada do candidato a vereador Rodrigo Treviso (PSL), e durante caminhada cumprimentava comerciantes e moradores do bairro. Em nenhum momento Jaqueline participou de qualquer ato de violência, e muito menos solicitou que isso fosse feito contra apoiadores do candidato do Republicanos. Vale ressaltar que o  candidato Rodrigo Manga, somente nos últimos dez dias, foi condenado três vezes por propaganda irregular. Além das condenações, na última quinta-feira (08), a Justiça eleitoral executou busca e apreensão no comitê do candidato.


5.000 materiais produzidos ilegalmente foram apreendidos. Além disso, o candidato Rodrigo Manga já sofreu duas condenações por utilizar o carro de som de forma ilegal e uma condenação com multa por propaganda irregular em local proibido pela Justiça Eleitoral.

 

A candidata repudia qualquer ato de violência física ou verbal que atente contra a livre expressão de ideias e coloque em risco a democracia. É lamentável esse discurso de ódio promovido pelo candidato Rodrigo Manga, que havia proposto em suas propagandas uma campanha limpa entre os adversários. 

 

A coligação Sorocaba, força e união para crescer (PSL, PSB, PSC, MDB e Patriota) adianta que irá entrar com uma representação na Justiça Eleitoral contra o candidato Rodrigo Manga, solicitando exclusão imediata do vídeo calunioso publicado em suas redes sociais bem como o direito de resposta às acusações. 

 

A coligação Sorocaba, força e união para crescer (PSL, PSB, PSC, MDB e Patriota), lamenta que ao invés de estarmos discutindo propostas para a população, o candidato Manga continue usando o seu tempo para atacar seus adversários e consequentemente à cidade de Sorocaba, lamentável!"

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

PF vê indícios de que aliado de Bolsonaro direcionou contrato superfaturado para testes de Covid

VÍDEO: moto pega fogo após bater na rodovia Raposo Tavares

GCM e PM vistoriam 12 locais com aglomerações e notificam 6 estabelecimentos irregulares

Mutirão de Castração de cães e gatos também contemplará região do Cajuru neste mês de agosto

Homem é flagrado com câmera no tênis, que seria usada para filmar mulheres

Veja as dicas para um carnaval saudável e seguro