Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Lula lamenta ataque da Rússia à Ucrânia e cobra representatividade da ONU

Foto: reprodução/Facebook
Postado em: 24/02/2022

Compartilhe esta notícia:

Victoria Azevedo, FOLHAPRESS


 O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) lamentou a decisão da Rússia de atacar a Ucrânia. Em entrevista na manhã desta quinta-feira (24), o petista afirmou que trata-se de uma questão delicada, complicada e que não deve ser aceita.


"É lamentável que na segunda década do século 21 a gente tenha países tentando resolver suas divergências através de bombas, tiros e ataques, quando deveria ter sido resolvido em uma mesa de negociação", afirmou o petista.


"Ninguém pode concordar com a guerra, ataques militares de um país sobre o outro. A gente está acostumado a ver as potências fazendo isso sem pedir licença. É importante que as pessoas aprendam que guerra não leva a nada a não ser a destruição, desemprego e fome", disse.


Lula também disse que o conflito poderia ter sido evitado se a "ONU tivesse mais representatividade e força". "Em nome de um cidadão que acredita na paz, é importante a gente repudiar mais uma guerra no século 21", seguiu ele.


O petista disse ainda que é preciso que a ONU tenha maior representatividade e que ela não seja uma "instituição decorativa". "É preciso chamar a atenção das Nações Unidas, que precisa levar em conta que não tem mais a representatividade que tinha quando foi criada em 1948, que a geografia política mudou. É preciso chamar mais países para participar do Conselho de Segurança", disse.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Câmara barra voto impresso, esvazia discurso golpista e impõe derrota a Bolsonaro em dia de blindados

Jessika Menkel indicada em duas categorias no prêmio Teatro Cesgranrio/2019

Ministério Público gosta de controlar, mas não quer ser fiscalizado, diz Maia

Chefão do PCC lavava até R$ 2 mi do tráfico de drogas por mês em sorveterias e buffet infantil

Na primeira assembleia, motoristas aceitam aumento de 5,83%

Boulos na Jovem Pan Sorocaba: retomada da economia é prioridade no estado de SP