23 de Abril de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Lula critica atuação de Bolsonaro na crise do coronavírus e elogia imprensa

Foto: reprodução
Postado em: 20/03/2020

Compartilhe esta notícia:

Carolina Linhares, FOLHAPRESS


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) usou sua rede social nesta quinta-feira (19) para criticar a atuação do governo Jair Bolsonaro no combate à pandemia de coronavírus.


"O governo não estava preocupado em orientar o povo, estava preocupado em se desfazer da imagem negativa que ele se permitiu criar de tanta bobagem que falaram durante essa última semana", afirmou Lula.


O petista se referiu à entrevista à imprensa de Bolsonaro e seus ministros, na quarta (18), em que todos apareceram de máscara. Na ocasião, o presidente mudou o tom e anunciou medidas contra a crise que, dias antes, havia chamado de "histeria" e "fantasia", o que gerou críticas da população.


"Bolsonaro deveria governar para 210 milhões e não governar para satisfazer seu ego ou dos seus filhos", afirmou.


Lula chamou a entrevista de "show de narcisismo", de "patética" e disse que "só serviu para demonstrar que não temos governo".
"Governo existe não para falar bobagem, mas para cuidar das pessoas e daquelas que mais precisam", completou.


O petista ainda elogiou o papel da imprensa. "Se tem uma coisa que nesses últimos dias tem funcionado perfeitamente bem, do ponto de vista da qualidade da informação, é a imprensa brasileira."


"Todo mundo sabe que eu sou muito crítico à imprensa, mas tenho que reconhecer. Se tem uma instituição que prestou um serviço de informação 24h por dia ao povo brasileiro foi a imprensa", completou.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Traficante é preso com drogas oito meses após deixar cadeia em Itapetininga

Secretário da Educação vai à Câmara e chama vereadora Iara de mentirosa

Governo de SP anuncia novo plano de ampliação da retomada das aulas presenciais para agosto

Polícia Civil apreende 600 porções de entorpecentes na Zona Oeste de Sorocaba

Piloto e membros de quadrilha de tráfico aéreo de drogas são presos em Boituva

Bolsonaro cobra de Guedes controle menos rígido dos gastos públicos