Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Idiota é Bolsonaro, diz Doria após declaração de presidente sobre quem fica em casa por causa da pandemia

Postado em: 19/05/2021

Compartilhe esta notícia:

Carlos Petrocilo, FOLHAPRESS

Em visita ao interior do estado de São Paulo nesta terça-feira (18), o governador João Doria (PSDB-SP) chamou Jair Bolsonaro de idiota.


"Ontem [segunda-feira], o presidente da República chamou de idiotas, nós que usamos máscaras. Nós que protegemos nossos pais, nossos avós em casa, chamou de idiota. Idiota é ele, que não tem compaixão, que não tem amor no coração e que não quer proteger o seu povo. Fica aqui o meu desabafo, como brasileiro", disse o governador de São Paulo, opositor do presidente da República.


A resposta a Bolsonaro foi proferida no auditório da prefeitura de São José do Rio Preto (437 km de SP). Doria estava rodeado de pelo menos 35 prefeitos da região, depois de ter ido até Araçatuba para a entrega de obras na rodovia Feliciano Salles Cunha (SP-310).


Na ocasião, o governador também fez o anúncio de modernização de estradas vicinais. Em outros trechos, Doria também se referiu a Bolsonaro como golpista e negacionista.


Na segunda (17), o presidente disse que as pessoas que ficam em casa por obedecer medidas restritivas para evitar a disseminação de Covid-19 são "idiotas".


"O agro realmente não parou. Tem uns idiotas aí, o "fique em casa". Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa. Se o campo tivesse ficado em casa, esse cara tinha morrido de fome, esse idiota tinha morrido de fome. Daí, ficam reclamando de tudo", falou Bolsonaro.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Museu Histórico Sorocabano promove "Férias no Museu"

Justiça determina que Crespo e mais 17 indiciados na Casa de Papel não podem deixar o país; eles têm cinco dias para apresentar defesa

Garota encontrada desorientada diz ter sido vítima de estupro após festa de Halloween

WhatsApp vai permitir que usuário oculte que está online, diz site

Sorocaba registra 13.531 casos da Covid-19, 315 mortes e 12.719 curados

Menina é socorrida em estado gravíssimo após fugir de abrigo e brincar com fogo