Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Gripe aviária se espalha por diversas regiões no Japão

Foto: Agência Brasil
Postado em: 16/12/2020

Compartilhe esta notícia:

O Japão tem sofrido o pior surto de gripe aviária já registrado no país, que espalhou-se para novas fazendas neta semana, com o vírus tendo sido encontrado em um quarto das 47 áreas administrativas do país, conhecidas como prefeituras, o que levou autoridades a ordenar o abate de aves.

 

As informações são da Agência Brasil.

 

Cerca de 32 mil aves foram abatidas e enterradas na cidade de Sukumo, na prefeitura de Kochi, no Sudeste do Japão, após a descoberta da gripe aviária em uma fazenda de produção de ovos, disse o ministério da agricultura nesta quarta-feira (16).

 

Mais aves contaminadas foram encontradas em duas fazendas na prefeitura de Kagawa, onde a epidemia começou no mês passado. Desde então, quase 30 mil aves foram sacrificadas por lá, segundo o ministério.

 

O surto atingiu 12 prefeituras do Japão, e um recorde de 3 milhões de aves foram sacrificadas até o momento.

 

Embora o ministério afirme que pessoas não podem ser contaminadas pela "influenza" aviária ao comer ovos ou carne de aves infectadas, autoridades de saúde pelo mundo estão preocupadas com a possibilidade de o vírus dar um "salto" para a espécie humana, causando uma pandemia como o novo coronavírus.

 

O surto no Japão e na vizinha Coreia do Sul é uma de duas diferentes epidemias de influenza aviária que têm atingido aves pelo mundo, segundo a Organização das Nações Unidas para Alimentos e Agricultura e autoridades japonesas.

 

Tanto a cepa do vírus em circulação na Ásia quanto a que tem se espalhado rapidamente pela Europa tiveram origem em pássaros selvagens, afirmaram.

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Brasil registra em 2019 segundo maior número de mortes por dengue em 21 anos

Crespo manda “tropa de secretários” para defender taxa de iluminação em audiência

Programa seleciona projetos inovadores em eficiência energética

Fase restrita de pagamentos pelo Pix começa nesta terça-feira

Tiroteio entre policiais e milicianos deixa ao menos dez mortos no RJ

Fluxo de 1,8 milhão de veículos é previsto durante "Operação Tiradentes" na Castello-Raposo