Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Flávio Amary defende Doria como 3ª via na eleição presidencial "principalmente para enfrentar o PT"

Foto: reprodução
Postado em: 02/08/2021

Compartilhe esta notícia:

O secretário de Habitação do Estado de São Paulo, Flávio Amary, defendeu a possível vitória do governador João Doria nas prévias do PSDB para lançar sua pré-candidatura à eleição presidencial de 2022, "principalmente para enfrentar o PT". 


Amary concedeu entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan Sorocaba, nesta manhã de segunda-feira (2).

 

Sobre as eleições 2022, o secretário disse acreditar na vitória de Doria nas prévias do PSDB na convenção nacional para concorrer ao pleito presidencial. "Nosso governador é muito comprometido, focado, motivado, acredito sim nele como alternativa, principalmente para enfrentar o PT", disse referindo-se à terceira via para concorrer com o ex-presidente Lula e o atual presidente Jair Bolsonaro. "Vemos uma queda vertiginosa na aprovação dele [Bolsonaro]. Não estou falando por mim, mas pelos indicadores, pela pesquisa, pela falta de comprometimento, aliás, nenhum comprometimento no enfrentamento à pandemia. Um total desrespeito à vida e às pessoas. Não se discute o que mais importa no país, que é a reforma administrativa. Fica buscando outros assuntos, polêmicas para entrar. Enquanto fica discutindo voto impresso, não quero nem entrar na polêmica se é bom ou não, que votem e se decida se é ou não para fazer. Se não for, que pare com essa discussão".

 

Amary também mencionou o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, como concorrente de Doria nas prévias tucanas para as eleições presidenciais. "Apoiamos, obviamente, nosso governador. Eduardo Leite [governador do RS] é uma pessoa séria. Trabalhador, dedicado, mas o momento agora é do governador João Doria. Meu voto é para ele e acredito na vitória dele nas prévias". 

 

 

 

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Votorantim confirma mais 15 casos de Covid-19, entre eles dois óbitos

Homem é preso após ser encontrado sentado no sofá da mansão de Gisele Bündchen

Senado convida Pazuello para explicar testes de Covid-19 perto da validade

Covid-19: Brasil registra 941 mortes desde início de pandemia

Sorocaba tem duas novas mortes e totaliza 23 óbitos confirmados com o novo coronavírus

Comissão que pode cassar Crespo faz primeira reunião, mas intimação só sai 5ª