16 de Junho de 2024
Informação e Credibilidade para Sorocaba e Região.

Festival de Artes Híbridas e Sesc Sorocaba abrem inscrições para Incubadora de Estudos Performativos

Foto: Divulgação
Postado em: 17/05/2024

Compartilhe esta notícia:

Cinco propostas serão selecionadas, receberão bolsa de estudos, orientação para criação e serão apresentadas no Festival e no Sesc Sorocaba

 

Estão abertas, até dia 24 de maio, as inscrições para a Incubadora de Estudos Performativos, projeto de Douglas Emílio, realizado por meio de uma parceria entre o Festival de Artes Híbridas e o Sesc Sorocaba. Integrando uma das frentes educacionais do festival, o projeto selecionará cinco propostas de cinco artistas com pesquisas no território da dança, teatro, performance dentre outras linguagens. As pessoas selecionadas receberão uma bolsa de estudos e orientação para criação e apresentação das obras no festival e no Sesc Sorocaba.

 

De acordo com Robson Catalunha, idealizador e curador do festival, a ideia é estimular a criação de novos projetos autorais na cidade. “Às vezes, nós, artistas, nos deparamos com uma ideia, mas não sabemos como iniciar, com quem trocar ou como experimentar e acabamos deixando-a de lado. A Incubadora é um espaço para isso: uma espécie de laboratório de criação, coletivo, que ainda conta com a estrutura do festival e do Sesc para apresentação e troca com o público”.

 

No formato de residência, a Incubadora terá três etapas de desenvolvimento. A primeira, consiste na inscrição de uma proposta que pode estar em qualquer fase da criação ou produção. A segunda, contará com a orientação de Douglas Emílio, além de alguns encontros com Robson Catalunha e Felipe Cruz, respectivamente, idealizador e diretor de arte do FAH, que atuarão de forma a colaborar nas discussões e oxigenações dos estudos, sempre em consonância com a proposta curatorial do festival. Por fim, na terceira etapa, as obras criadas farão duas apresentações: a primeira no Festival de Artes híbridas (nos dias 22 e 23 de junho, no Parque na Biquinha) e, a segunda, nas dependências do SESC Sorocaba (em 06 de julho). Após as apresentações, ainda haverá um debate com o público e, também, com artistas convidadas, que tecerão comentários sobre as experiências criadas.

 

Perspectiva Coletiva

 

“A construção metodológica da Incubadora se estabelece na criação de uma metodologia que coloca os projetos em experimentações sob a perspectiva coletiva. A ideia é a diluição de orientações individuais para criar ambientações em cooperação e corresponsabilidade”, explica Douglas Emílio, artista com mais de 20 anos mediando processos criativos e que, atualmente, desenvolve pesquisa de doutorado em Dança e Estudos Contemporâneos, na UFBA (Universidade Federal da Bahia). “Desse modo a minha atuação será de pessoa mediadora que cria procedimentos e apresenta referenciais que possam dialogar com os temas, conceitos, desejos e perguntas que os projetos instauram”, complementa Douglas.

Douglas ainda pontua que esta frente educacional do Festival de Artes Híbridas está conectada a uma prática realizada em vários festivais e eventos artísticos pelo mundo. “Quase todos os festivais, mostras e bienais de arte, por exemplo, refletem o próprio acontecimento artístico enquanto uma perspectiva educacional, ou seja, o próprio evento já é artístico-educacional”.

 

Festival de Artes Híbridas

 

O FAH é uma mostra, em formato presencial, de obras site-specific, ou seja, criadas para um local específico. A programação será composta por diversas linguagens artísticas, como intervenções cênicas, dança, performance, música, literatura, fotografia, instalação, dentre outras áreas. Todas as obras serão apresentadas simultaneamente, numa espécie de deriva artística nas dependências do Parque da Biquinha, nos dias 23 e 24 de junho, com entrada gratuita.

 

As inscrições para a Incubadora serão encerradas às 23h59 do dia 24 de maio e a análise das propostas será divulgada no dia 27 do mesmo mês. Para se inscrever, leia o regulamento e preencha o formulário de inscrição neste link. Para mais informações, acesse o perfil do projeto no instagram @festivaldearteshibridas.

 

A ação cultural é realizada com recursos da Lei Paulo Gustavo, Governo Federal, Ministério da Cultura, através da Lei Complementar nº 195/2022, Edital Secult 09/2023 – Fomento à Produção Cultural, exceto audiovisual e apoio da Secretaria de Meio Ambiente e Bem-Estar Animal do município de Sorocaba.

--

Compartilhe:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Profissionais da saúde de Votorantim receberão segunda dose da CoronaVac entre 22 e 26 de fevereiro

Programa “Sorocaba Linda de Verdade” inicia revitalização de praça no Éden

LGBTI celebram avanços em 10 anos de uniões homoafetivas no Brasil

Mais de 900 escolas da rede estadual de SP retomam atividades presenciais opcionais

Em meio à eleição americana, governo federal adota cautela sobre futuro da relação com EUA

“Operação Saturação” coíbe novamente “pancadões” e eventos clandestinos em Sorocaba